sexta-feira, 29 de junho de 2018

Quando chega ao fim....

           Me criei escutando a Radio Liberdade FM (95.9), em uma época que os bailes gaúchos bombavam. Talvez bombassem por que a Liberdade ajudava a isso acontecer. A Rádio chegou a ser referência e lançar artistas de sucesso mas agora entra numa nova fase: segunda-feira, 02 de julho, passa a transmitir no AM (frequência 970). Atualmente ela estava no dial 104.9, mas dará lugar a uma rádio jovem. Odilon Ramos, Leandro Godoy, Vitor Hugo, o próprio Telmo Tartarotti, que foi proprietário antes de passar para Pampa, entre tantas outras vozes que embalaram a juventude dos anos 90, no gauchismo. O que dizem os artistas? Vamos, mais uma vez, baixar a cabeça e não achar soluções. As gravadoras fecharam e as musicas não foram mais para as rádios. O incentivo não apareceu mais e o que bomba para os ouvintes é o Sertanejo Total. Lamentamos profundamente... Mas chegou ao fim...

DTG (CTG) Herança da Tradição, de Flores da Cunha


          Sim.. mais uma entidade que fecha suas portas. Desta feita em Flores da Cunha, 25ªRT. Dia 17 de julho será a assembleia para encerrar as atividades. O projeto na escola iniciou no ano de 2003, na Semana do Folclore, mas a fundação da entidade só aconteceu em 26 de agosto de 2010. Em agosto do ano passado havia passado de DTG da Escola para CTG. 
Um ano depois, fecham-se as cortinas. Mais uma história que chega ao seu fim... 

       Stela Maris Paim Lemos da Costa, João Flávio Costa, Rafael Turella, Carolina Lemos, Elshadday Ribeiro dos Reis e tantos outros que passaram por esta entidade... nosso abraço e nosso carinho...

Um comentário:

Stela Maris Paim Lemos Costa Chica disse...

Nosso orgulho é saber que, enquanto nos mantivemos de portas abertas fomos uma entidade ativa, viva e principalmente preocupada com a verdadeira propagação de nossa cultura. Jamais fomos uma Escola de Dança, sempre focamos na construção do conhecimento de nossas crianças, nossos jovens e também nossos adultos, a cerca da cultura e do folclore de nossos antepassados. Infelizmente o pensamento "CTG como Escola de Dança", as vaidades de estar sempre na "vitrine de um tablado de dança" ainda imperam em nosso meio tradicionalista. A entidade pode encerrar, mas a estrela de nossa cultura brilha no coração de cada um que passou por ela desde 2003.
Rogério, muito obrigada pelo carinho e apoio que sempre deste à nossa entidade.