sábado, 24 de junho de 2017

Entrevista com o "misterioso" @AvaliadorGaucho - Parceiro na transmissão do Sarau do M'Bororé

         Em nossa transmissão, via internet, do Sarau do CTG M'Bororé, o @AvaliadorGaucho foi nosso parceiro, pelo Twitter e outras redes sociais animando e divulgando o evento. Tem sido assim o trabalho desse jovem talento das midias sociais, defendendo o tradicionalismo de forma bem humorada e conseguindo atrair a atenção da juventude. Fomos conversar com ele e tentar pegar alguma pista para descobrir quem é essa figura misteriosa que "avalia" a situação....

          Como surgiu a ideia de fazer humor nas redes sociais envolvendo a paixão da juventude tradicionalista (grupos de danças) trazendo situações que acontecem no cotidiano deles?

            Gostaria de iniciar dizendo que me sinto lisonjeado pelo convite de poder conversar com o amigo. Bom, tudo começou quando eu navegava pelo site do Quero-Quero Azul, o tal Twitter e via muito material de humor, mas nada relacionado ao "meu mundo" - O CTG. Tinham poucos perfis, alguns desatualizados, mas nada que fosse específico da dança de invernadas. Então resolvi “tentar” criar eu mesmo este tipo de conteúdo. O pessoal rapidamente gostou da ideia, identificando-se com as postagens, e assim o perfil foi crescendo rapidamente. Quase dois anos após, o perfil do Twitter conta com mais de 9.000 seguidores, mais de 2.700 no Instagram e sem dúvidas o perfil com mais visibilidade é o Facebook, onde a página conta com mais de 33 mil seguidores.
Todo conteúdo parte do Twitter, na maioria criação minha, mas também recebo muitas sugestões de seguidores. Faço um filtro do conteúdo para que não tenha nada ofensivo, ou que prejudique algum grupo. No inicio do perfil, recebi um vídeo de um erro individual de um grupo no tablado e postei. Recebi algumas críticas negativas e também muitas positivas, o vídeo teve 60 mil visualizações em algumas horas. Resolvi deletar, pois não era esse o objetivo do perfil, e sim apenas divertir nossa juventude tradicionalista.  


Tu fazer parte deste meio de rodeios, dança, declamação, ou música? Qual a tua cidade? Por que aquela foto no perfil? E... tu dança o “Maçanico”?

            Estou sempre nos eventos da minha região e também participo do movimento dançando em invernada. Danço há alguns anos. Quanto a cidade, entidade, muitos me perguntam nas redes, mas infelizmente não respondo por achar que perderia totalmente a graça das postagens. Assim no anonimato fica isento e a imagem não fica presa a nenhuma entidade. Quanto a foto, eu escolhi por ser a expressão que os avaliadores fazem: Cara de nada (risos). Escolhi também o nome “Avaliador” por ser uma autoridade na dança, assim poderia fazer alguns post relacionado a dança tradicional com certa “autoridade virtual”, só por isso. Lembrando que não tenho nenhuma ligação com algum avaliador. 
O que o @AvaliadorGaucho gosta de comer? Ler? Assistir?

              Comer? Claro que é aquele crepe triplo no rodeio e depois um milk-shake da barraquinha! (risos)  - Claro que esta é uma brincadeira muita usada nos meus posts, pois o pessoal gosta bastante destas comidas nos rodeios e brinca muito com o alto preço dos mesmos. Mas eu, como bom gaúcho, não abro mão de uma costela assada no fogo de chão, no espeto de taquara UPAPÁ que cousa bem boa chê!
               Sempre que posso leio materiais relacionados ao tradicionalismo, no próprio Eco da Tradição. Hoje já temos bastante material do gênero, com ótimos autores e sites também, com um rico conteúdo sobre o assunto, como o www.estanciavirtual.com.br e o www.cantinhogaucho.blogspot.com.br e é claro o novo manual né (risos).
                E assistir, ah é claro: vídeos do Enart (Mais um assunto muito usado na internet - mais risos)
Como nasce a ideia do ‘meme’? Você está presente quando acontece a cena?

               Geralmente estou presente, mas muitas vezes não, assim recebo de seguidores e até mesmo dos próprios envolvidos. Hoje até mesmo as entidades estão nas redes sociais e brincam conosco, a Adulta C.N. Boitatá (@AdultaBoitata), por exemplo. Claro que sempre são brincadeiras sem agredir ou ofender. Uso também muitas imagens de "fora do tradicionalismo" e faço relação com o nosso dia-a-dia. 


Já fizestes um “meme” teu?  E com alguém conhecido?

               Meu não, mas com conhecidos sim, até porque neste meio tradicionalista, no mundo dos rodeios todos se conhecem. É muito engraçado quando recebe as postagens de amigos, sem eles saberem que eu que criei e sou o administrador da página, até mesmo os comentários nos ensaios e rodeios. O pessoal gosta bastante e repercute as postagens nas “redes sociais reais”, como as rodas de mates e conversas embaixo dos lonões de rodeios  Rio Grande à fora.


Como tu vês o tradicionalismo gaúcho hoje, com essa visão de dançarino?

              Penso em um tradicionalismo mais aberto (mas sempre "tradicionalismo"). Com mais integração entre as entidades. Que não gire somente em torno da "competição" e sim no prazer de cultivar algo que se fazia nos tempos passados no nosso Rio Grande do Sul. Que mais e mais pessoas tenham acesso ao ”nosso mundo do CTG", como eu gosto de chamar. E tudo se encaminha pra isso. Hoje o CTG está se modernizando, automatizando as avaliações, fazendo as mudanças necessárias. O MTG está cada vez mais preocupado com isso, com transmissões via internet e sorteios eletrônicos, tudo para melhorar e diminuir os erros nos concursos. 
             E acrescentando ao que disse nosso presidente, Nairo Callegaro: "Meus jovens, façam acontecer. O momento é de vocês." Então façamos, nos galpões, nos rodeios, nos eventos e porque não também na internet!
             Foi um prazer conversar com o amigo Rogério Bastos. Fiquei honrado com o convite. Já estou ansioso para ler nosso papo no Eco da Tradição. Sou admirador do teu trabalho. Sigamos em frente brincando, informando e divulgando nosso tão amado tradicionalismo e nossa cultura. Vida longa sim, a nós e ao "nosso mundo" do CTG. Um grande abraço.


            Um trabalho divertido... que alegra a galera, que provoca a interação e divulga o dia a dia de quem esta no CTG. Parabéns @AvaliadorGaucho....

Festas Juninas - Hoje é dia de São João

              As festas juninas tiveram sua origem no Egito Antigo onde era celebrado o início da colheita, cultuando os deuses do sol e da fecundidade. Com o domínio do Império Romano sobre os egípcios, essa tradição foi espalhada pelo Continente europeu, principalmente Espanha e Portugal. 

              A fogueira remonta à antiguidade quando se prestava culto à deusa Ferônia, dos cultos agrários, e os predestinados caminhavam sobre as brasas. 
Fogueira simboliza proteção contra os maus espíritos que atrapalham a prosperidade das plantações e a festa tem como finalidade agradecer a colheita. Cada santo tem sua fogueira com suas características próprias.

               As primeiras referências das festas São João no Brasil datam do ano de 1603 trazidas pelos Padres Jesuítas, depois vieram Santo Antônio e São Pedro.

               A festa Junina trazida pelos portugueses tem grande influência dos chineses, espanhóis e franceses. Da França, a dança marcada, característica típica dos salões nobres, as quadrilhas. Da tradição de soltar fogos de artifícios (foguetes, busca-pés, traques, bombinhas) veio da China, devido à descoberta da pólvora.

               Da Península Ibérica teria vindo a dança de fitas, brincadeiras que vêm somar com a mistura indígena, afro-brasileira e dos imigrantes. Os indígenas também faziam festejos relacionados à agricultura, no mesmo período das juninas com: rituais, danças, cantos e comidas. As festas juninas estão relacionadas com as festas pagãs do solstício de verão, ou seja, quando a duração do dia é a mais longa do ano

Santo Antônio - 13/06
            Santo Antônio procurou durante sua vida combater tudo que prejudicasse a estrutura familiar, podendo ser considerado o padroeiro das mulheres, que jamais aceitou a inferiorizarão do papel feminino no casamento. É considerado o santo casamenteiro, sendo vítima das mocinhas casadouras. Caso não arranjassem logo um marido, colocavam o santo, amarrado de cabeça para baixo nos poços, baldes e retiravam do altar até o santo arranjar um pretendente ao matrimônio.

             As manifestações de culto a Santo Antônio começaram logo após sua morte muitas devoções e crenças foram se formando em torno dele

            As igrejas católicas no dia do Santo Padroeiro, 13 de junho, costumam festejar e distribuir pãezinhos bentos. ”O pão dos pobres” é uma piedosa devoção, consiste em doações para prover de pão aos pobres. Uma tradição liga esta obra ao episódio de uma mãe cujo filho afogado num tanque recuperou a vida graças a Santo Antônio. Ela prometera que se o filho recuperasse a vida daria aos pobres uma porção de trigo igual ao peso do menino.

São João - 24/06
            São João Batista, ascético e pregador de alta moral é festejado pelo povo com alegria, muita música, danças, adivinhações para o casamento. Conforme a tradição, o santo adormece durante o dia que lhe é dedicado, 24 de junho. Se ele acordar vendo o clarão das fogueiras acesas em suas homenagens, não resistirá ao desejo do descer do céu para acompanhar a festança. É no imaginário popular um santo brincante, alegre que gosta de ser acordado a noite para brincar. Na memória das crianças talvez seja a primeira ocasião em que pode brincar a noite e se relacionar com os mistérios do fogo em um ambiente comunitário.

              É tradicional pular os restos da fogueira redonda de São João. Traz muita sorte e mais ainda, se for um par pula de mãos dadas, demonstrando ao santo o amor que une os dois pedindo proteção para a sua união. Essa tradição, muito forte no RS, é encontrada em vários lugares e está ligada a rituais antigos do fogo.

              Caminhar sobre as brasas também é tradicional para os devotos caminhar no colchão das brasas da fogueira de São João, que deve ter um palmo de altura e só caminha no dia 23 de junho, véspera de São João. No interior do município de Segredo, no Carijinho, caminham até hoje sobre as brasas ardentes com os pés descalços. Alguns guardam cinzas provenientes da fogueira e colocam-nas na lavoura para espantar pragas; os carvões são considerados bentos.

São Pedro - 29/06
            São Pedro, 29 de junho, Padroeiro do RS, e especial protetor da Igreja. Era pescador, possui a chave do céu e sem sua intercessão ninguém é admitido. É festejado pelos marinheiros, pescadores e viúvas.

           Nas festas são escolhidos os festeiros para comandar a festa do santo junino e deve escolher um bom “Capitão de Mastro e um Alferes da Bandeira”, os quais organizarão a fogueira, fincação do mastro e a confecção da bandeira com a imagem do santo evocado.

Comes e bebes
            Como a festa é ligada a colheita, não poderá faltar a mesa do ciclo junino, uma culinária específica: quentão, suco de vinho, pinhão, bolo de milho, batata-doce assada, em calda ou doce seco, amendoim torrado, pé-de-moleque, pipoca, canjica, bolos e pães de aipim, batata, batidos, doces secos de abóbora, figo, ambrosia, arroz-doce, paçocas e tudo que podemos servir na festa gaúcha, procurando dar prioridade as plantas cultivo de inverno.

Grandes nomes da música gaúcha já confirmados para o Acampamento Farroupilha

                A agenda de shows bailes do Acampamento Farroupilha deste ano começa a se desenhar. A AG Produtora se integrou ao Movimento Tradicionalista Gaúcho para a realização da "Maior Semana Farroupilha do Rio Grande do Sul” e já garantiu atrações como Os Monarcas, Joca Martins e Alma Gaudéria, Luiz Marenco e Machado, Marcelo do Tchê, João Luiz Corrêa, Os Mateadores, Grupo Rodeio, Tchê Guri, Gurias Gaúchas, César Oliveira e Rogério Melo, Moisés Oliveira, Vozes do Campo, Baitaca, Grupo Quero Quero, Xiru Missioneiro e Grupo Minuano.

             Segundo Fernando Espíndola, da AG Produtora, a programação ainda contemplará fandango mirim para a criançada e bailes dos piquetes, com quatro bandas. “Haverá passaporte para todos os shows, com valores promocionais”, afirma.

            Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, os bailes são um grande atrativo do Acampamento Farroupilha, que a cada ano recebe mais público. Mais informações, sobre datas, valores dos ingressos e outros detalhes serão divulgados em breve.


sexta-feira, 23 de junho de 2017

Faltando 29 dias para o Juvenart, Estampa da Tradição oferece promoção

             Pegou antecipado pacote de fotos, tem brinde, pegou pra dois eventos, tem mais um brinde SURPRESA.
            É um trabalho. Sim... É um trabalho. Mas muito mais do que isso é carinho com o cliente, pois são fotos que não se encontra por ai, em qualquer lugar. Equipamentos caros. Cursos de aperfeiçoamento. Dedicação para ajudar a divulgar o evento. São dias trabalhando, dormindo pouco, se alimentando mal, com duas câmeras penduradas e uma equipe na base atendendo. Por isso, não diga "mas é uma fotinho" - Diga, quanto custa para eu ter essa obra de arte?
            Fotografo é um artista. Estampa da Tradição é Artista²

Abertas inscrições para Formação de Posteiros Artísticos (ensaiadores)

            O Movimento Tradicionalista Gaúcho abriu inscrições para a 3ª Formação de Posteiros Artísticos (Ensaiadores), direcionada para a 1ª, 2ª, 6ª, 11ª, 12ª, 15ª, 16ª, 22ª, 23ª, 24ª, 25ª, 26ª, 27ª e 30ª Regiões Tradicionalistas. A Formação acontecerá em Campo Bom, nos dias 15 e 16 de julho, no CTG Palanques da Tradição.

             O conteúdo teórico aborda estrutura do MTG, voluntariado, ética e conduta, motivação e gerenciamento de conflitos. Já o conteúdo prático aborda temas como Ciclos Coreográficos, o que são?; Como ensinar danças para Crianças, Jovens e Adultos (linguagem e abordagens);  Técnicas de execução de danças de roda;  Técnicas de execução de danças em fila;  Técnicas de execução de danças de pares independentes e Conceitos básicos de Harmonização.

            No período de 10 a 30 de junho serão disponibilizadas 50 vagas para as regiões selecionadas e de 01 a 10 de julho serão disponibilizadas 30 vagas para todas as 30 regiões, dando a oportunidade de participação a todos.

           Podem se inscrever duas pessoas por entidade tradicionalista, com autorização do Patrão e aval do Coordenador Regional. Não será permitida a participação de Tradicionalistas com Cartão Administrativo de Instrutor de Danças Tradicionais, uma vez que o curso é direcionado para iniciantes, ou seja, para aqueles que desejam atuar como ensaiadores nas suas entidades. São pré-requisitos ter conhecimento das danças tradicionais gaúchas e pelo menos 16 anos de idade.

          O curso é gratuito. Mais informações podem ser obtidas no link https://www.cursos.mtg.org.br/formulrio-curso-de-poesia ou pelo e-mail cursos@mtg.org.br

Fonte: Assessoria de Imprensa MTG
Foto: Deivis Bueno

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Presidente da CBTG tem reunião com governador José Ivo Sartori

             No primeiro dia de inverno no Rio Grande do Sul, mas contando com uma linda tarde de sol, com temperaturas próximas aos 22 graus, o presidente da Confederação brasileira da Tradição Gaúcha, João Ermelino de Mello reuniu-se com o Governador José Ivo Sartori para entregar o convite para o 18º Rodeio Nacional de Campeões, 14º FENART e 8º Jogos Tradicionalistas,  que acontece de 19 a 23 de julho, na cidade de Querência - MT.
              Fez parte, também da audiência a solicitação que retorne a entrega dos Diplomas de Cônsules e Embaixadores da tradição gaúcha para quem presta o serviço de preservar as tradições do nosso estado além do território Rio-grandense. Estiveram presentes, também,  ao encontro o Secretário Adjunto da Cultura André Kryszczun, o Chefe de Gabinete do Deputado Gabriel Souza, Líder do Governo na Assembléia, João Alberto machado Cardoso e o Diretor de divulgação da CBTG e vice-presidente da COmissão Gaúcha de Folclore, Rogério Bastos.
              Tal atividade começou a ser feita na primeira decada dos anos 2000, quando o Cel. Celso Souza Soares era presidente da CBTG e Manoelito Carlos Savaris respondia pelos Festejos Farroupilhas do estado e pelo MTG. A honraria homenageava homens e mulheres que mesmo distantes trabalhavam pela valorização e pela preservação da cultura tradicional gaúcha.
              João Mello chegou na terça-feira, dia 20, de Campo Grande - MS, e aproveitou para resolver questões da Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha na capital do estado. Mello avaliou como positiva a reunião com o governador. "Saímos daqui com a certeza que o governo do estado, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes volta a motivar os guerreiros que, em cada estado, lutam para mostrar o que o Rio Grande tem de melhor: Suas tradições e a sua gente" - afirmou.
Fotos: Luiz Chaves/Palácio Piratini
Rogério Bastos Divulgação CBTG

terça-feira, 20 de junho de 2017

Prepare-se que vem aí o 2º Xirimindá da Poesia, de Palmeira das MIssões

2º Xirimindá da Poesia Gaúcha - Palmeira das Missões/RS
Dia 15 de outubro de 2017
Inscrições até 30 de setembro de 2017


REGULAMENTO

CAPÍTULO I 
DOS OBJETIVOS
Art. 1º - O 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha, tem por finalidade a preservação, a valorização e a divulgação das artes, da tradição, dos usos e costumes e da cultura popular do Rio Grande do Sul.

Art. 2º - O 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha acontece no dia 15/10/17, na sede do CTG Sinuelo da Querência em Palmeira das Missões e é um projeto cultural desenvolvido pela 17ª Região Tradicionalista, que tem por objetivos:

a) Promover o intercâmbio cultural, além de uma retomada de consciência dos valores morais do gaúcho entre os participantes das diversas regiões culturais rio-grandenses.

b) Projetar a cultura popular e tradicional do Rio Grande do Sul em nível regional e estadual, abrindo perspectivas de amplitude além de nossas fronteiras.

c) Proporcionar a integração entre poetas, declamadores, tradicionalistas, críticos de arte, educadores, estudantes e sociedade em geral.

d) Valorizar o artista amador do Rio Grande do Sul, evitando atitudes pessoais ou coletivas que deslustrem os princípios de formação moral do povo gaúcho.

e) Divulgar a arte, a história, a cultura, a tradição e a contemporaneidade do Rio Grande do Sul, através do verso.

CAPÍTULO II
DOS PARTICIPANTES
Art. 3º - Participarão do 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha todo e qualquer cidadão brasileiro, que se propuser a obedecer o presente regulamento.

Art. 4º - Todos os participantes deverão estar devidamente pilchados, conforme diretrizes do MTG.

Art. 5º - Cada participante poderá apresentar somente uma poesia, sendo ela inédita ou não.

Art. 6º - Será exigido dos participantes a apresentação de documentos originais com fotos.

Art. 7º - A não apresentação do documento original com foto, acarretará na desclassificação do mesmo.

Art. 8º - É vedada a participação dos membros da Comissão Organizadora, auxiliares, como concorrentes em qualquer circunstância.

Art. 9º - Para a realização do 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha as idades serão divididas da seguinte forma:

a) Para a modalidade de Declamação as categorias serão assim divididas:
- Categoria Mirim: até 13 anos, 11 meses e 29 dias até a data do evento; 
- Categoria Juvenil: até 17 anos, 11 meses e 29 dias até a data do evento; 
- Categoria Adulta: idade mínima 18 anos.

Art. 10º - As inscrições para todas as categorias serão limitadas, sendo ela distribuídas da seguinte forma:

- Categoria Mirim: 15 participantes; 
- Categoria Juvenil: 15 participantes; 
- Categoria Adulta: 15 participantes.

Art. 11º - Os participantes que optarem por, junto com o poeta, inscreverem o poema como inédito, concorreram a melhor trabalho poético do 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha.

CAPÍTULO III
DAS INSCRIÇÕES
Art. 12º - As inscrições são gratuitas e terão início no dia 01/08, através do e-mail: xirimindadapoesia@hotmail.com.

Art. 13º - Serão aceitas as 15 primeiras inscrições em cada categoria, e se caso alguma categoria não atingir o número máximo, será acrescentado mais participantes naquela que ainda não estiver preenchida, conforme o recebimento cronológico das inscrições, até completar 15 inscritos. OBS: Segue em anexo o modelo de inscrição.

Art. 14º - Junto aos dados da ficha de inscrição, o candidato deverá anexar o texto do poema a ser apresentado no 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha, sendo que o mesmo deverá marcar na ficha se o poema concorrerá na categoria poesia inédita.

Art. 15º - A ordem de apresentação será inversa a ordem de inscrição, sendo divulgada até o dia 30/09, encerrando-se as inscrições.

CAPÍTULO IV
DA COMISSÃO AVALIADORA
Art. 16º - A comissão avaliadora será de inteira responsabilidade da 17ª Região Tradicionalista e da Comissão Organizadora do 2º Xirimindá da Poesia Gaúcha.

Art. 17º - A comissão será constituída por 3 avaliadores e 1 revisor, de reconhecida capacidade nos assuntos da arte declamatória, cabendo a comissão a escolha de seu presidente.

§1º - Ao revisor caberá acompanhar os trabalhos de avaliação, sem neles interferir, revisar as planilhas para verificação de possíveis erros antes de entregá-las à Comissão Organizadora do evento.

Seção II
Do Concurso de Declamação
Art. 21º - No concurso de declamação, o mesmo será dividido em 3 (três) categorias da seguinte forma: Categoria Mirim, Juvenil e Adulta, sendo elas mistas (concorrerão junto Prendas e Peões).

Art. 22º – Para todas as categorias (Mirim, Juvenil e Adulta) as poesias à serem apresentadas serão de Livre Escolha de cada participante.

§ 1º - O tema deverá ser de inspiração gauchesca, tendo como base a língua portuguesa, podendo conter termos ou pequenos trechos em espanhol ou outros idiomas de povos formadores da cultura gauchesca.

§ 2º - Os participantes entregarão à Comissão Avaliadora 1 (uma) cópia impressa do poema escolhido, sem o que, não serão avaliados.

Art. 23º - O participante terá até 10 minutos para a sua apresentação, perdendo um ponto para cada minuto que ultrapassar.

Seção III
Do Concurso de Poesia
Art. 24º - O Concurso de poesia acontecerá juntamente ao concurso de declamação envolvendo todas as categorias, onde no ato da inscrição o participante deverá optar em inscrever um poema inédito para concorrer.

Art. 25º - Sugere-se que o tema do poema inédito seja inspirado no processo de fabricação da erva-mate, avios do mate, chimarrão, carijo, Xirimindá (Chirimindé), etc.

Art. 26º - O poema poderá ser de autoria do próprio declamador.
§ 1º - Não sendo de autoria do declamador, deverá constar na fixa de inscrição o poeta e seus dados.

Art. 27º - A avaliação do poema será realizada pela mesma comissão do concurso de declamação.

Art. 28º - Será premiado o melhor trabalho poético.

Capítulo VI
DA PREMIAÇÃO
Art. 29º - Serão premiados os primeiros, segundos e terceiros que obtiverem a maior nota na soma final, de cada categoria. Recebendo a seguinte premiação:

a) Declamação Mirim: 1º Lugar – R$ 100,00 + troféu;
2º Lugar – R$ 75,00 + troféu;
3º Lugar – R$ 50,00 + troféu;

b) Declamação Juvenil: 1º Lugar – R$ 150,00 + troféu;
2º Lugar – R$ 100,00 + troféu;
3º Lugar – R$ 50,00 + troféu;

c) Declamação Adulta: 1º Lugar – R$ 150,00 + troféu;
2º Lugar – R$ 100,00 + troféu;
3º Lugar – R$ 50,00 + troféu;

d) Melhor amadrinhador: R$ 50,00 + troféu.
e) Melhor Trabalho Poético: R$ 200 + troféu.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Resultado do VIII FESTINIL


Chula
Gabriel Pavani - CTG Vaqueanos da Tradição
Rodrigo Reis - CTG Aldeia dos Anjos
Douglas Teixeira  - GAT Estampa Gauderia
Yan Lorran Gonçalves de Oliveira - CTG Vaqueanos da Tradição
Mauricio Cardoso Gil - CTG Pialo da Saudade
Guilherme Bonoto de Souza - CTG Laço da Amizade
Krigor Santos da Silva - CTG Gildo de Freitas

Interprete Solista Vocal Feminina
Kathellyn Beatriz Garcia - CTG Aldeia dos Anjos

Interprete Solista Vocal Masculino
Marcos Gabriel dos Santos - CTG Tiarayu
Guilherme Silveira - CTG Tiarayu

Declamação Feminina
Nicole da Silva Frigeri - CTG Darci Fagundes
Brenda Luiza Moreira Magni - CTGPotreiro Grande 
Caroline Medeiros da Silva - CTG Pialo da Saudade
Tais de Sá Flech - CTG Vaqueanos da Tradição

Declamação Masculina
Vitor Menezes dos Santos - CTG Vaqueanos Da Tradição
Luis Henrique Silva da Silva - CTG Gildo De Freitas

Dança Gaucha de Salão
Lucas Panzer e Carolina Da Silva Rodrigues - CTG Rancho da Saudade
Guilherme Silveira e Shaiane Rosa - CTG Tiarayu
Erick Michels e Giulia Carolini Correa dos Santos - CTG Caminhos do Pampa
Luis Henrique Silva da Silva e Katellyn Ribeiro Pedroso - CTG Gildo de Freitas
Vitor Menezes dos Santos e Manuela Rocha Porto - CTG Vaqueanos da Tradição

Dança de Par
Thaygor Pereira da Silva e Kathellyn Garcia - CTG Aldeia dos Anjos
Jose Isaque Costa e Anna Julia Reis - CTG Vaqueanos da Tradição
Leonardo da Silva Nunes e Josiele Machado Aguirre - CTG Aldeia dos Anjos
Guilherme Silveira e Shaiane Rosa - CTG Tiarayu
Victor Andre Pinheiro e Luciana Veleda Loreto - CTG Gildo de Freitas

Danças Tradicionais
CTG Rancho da Saudade - Cachoeirinha  (TRI Campeão)
CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
CTG Guapos do Itapuí – Campo Bom
CTG Gildo de Freitas – Porto Alegre
CTG Pialo da Saudade – Gravataí

Melhor Entrada
CTG Rancho da Saudade – Cachoeirinha

Melhor Saída
CTG Gildo de Freitas – Porto Alegre

Maior Participação
CTG Vaqueanos da Tradição – Porto Alegre 

Maior Pontuação
CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí

E o IX Festinil já tem data e local - CTG Aldeia dos Anjos, em Gravataí, dias 15, 16 e 17 de junho de 2018.

MTG abre inscrições para três novas turmas de Cfor Básico

             O Departamento de Formação Tradicionalista, vinculado à Vice-presidência de Cultura do Movimento Tradicionalista Gaúcho, está com inscrições abertas para mais três turmas do Curso Cfor Básico.

             No dia 02 de julho o curso será realizado no CTG Sepé Tiaraju, em Santa Rosa. No dia 09 de julho será a vez de São Gabriel, no CTG Caiboaté. Já no dia 15 de julho o Cfor Básico será realizado na sede do MTG, em Porto Alegre.

             Segundo a vice-presidente de Cultura, Anijane dos Santos Luiz Varela, trata-se de uma excelente oportunidade para ampliar conhecimentos sobre História do Rio Grande do Sul; História do Tradicionalismo Gaúcho; Noções básicas da Cultura Gaúcha; Carta de Princípios; Gestão de Pessoas: liderança, relacionamento interpessoal e gerenciamento de conflito e Voluntariado.

            Mais informações podem ser obtidas no site https://www.cursos.mtg.org.br e pelo e-mail cursos@mtg.org.br

Sandra Veroneze
Assessoria Imprensa MTG

Jurema Chaves lança livro de poesias pela Martins Livreiro


Comissão Gaúcha de Folclore conclui mais um curso

            A Comissão Gaúcha de Folclore, entidade ligada à Comissão Nacional de Folclore e reconhecida pela UNESCO, promoveu e realizou o seu curso anual de folclore, nas dependências do Memorial do Rio Grande do Sul.
            O presidente da CGF, Ivo Benfatto classificou como positivo o curso pois a Comissão cumpriu com seus estatutos realizando atividades voltadas às cultuas populares. Muitos palestrantes com mestrado, doutorado, especialistas nas áreas de atuação valorizaram cada aula nos dois finais de semana que o curso aconteceu nas dependências do Memorial do RS.
           Registros fotográficos de Marilene Huff e Cauê Nascimento

domingo, 18 de junho de 2017

Está chegando ai o ENSENA, em Tramandaí

            Está chegando o momento da realização deste grande evento que vai trazer a OPORTUNIDADE de troca de experiências, reencontros e principalmente muita qualificação.

            O ENSENA vem chegando neste próximo final de semana dias 24 e 25 de Junho em Tramandaí. Todos os detalhes estão sendo pensados para bem receber nossos amigos coreógrafos, dançarinos, estudantes e apreciadores da arte do DANÇAR.

            Os professores e palestrantes são de primeiro nível, e o investimento é pequeno para tanto conhecimento que vamos adquirir neste encontro. Então fica mais uma vez o convite, saia da zona de conforto, não perca esta oportunidade impar de aprender, trocar ideias e principalmente se qualificar.

Ainda dá tempo... Inscreva-se e entre ENSENA. coreografosgauchos@gmail.com

Uma baita experiencia na terra "berço do tiro de laço"

            No dia 14 de junho, quarta feira, rumei para a região nordeste do estado, mais precisamente nos Campos de Cima da Serra, fui para a cidade de Esmeralda - Berço do Tiro de Laço. Se Guaíba é o "Berço da Revolução Farroupilha", Esmeralda tem o titulo de onde nasceram os rodeios crioulos em nosso estado.

            Se tem uma lei que determina o dia do "Tiro de Laço" no Rio Grande do Sul? Tem sim! Mas feito por pessoas aproveitadoras. Sim, aproveitadoras de oportunidades e outras agindo de má intenção ou não, só de ignorância (a qual duvido muito). O governador sancionou "simbolicamente, o projeto de lei 377/2015, que estabelece o dia 26 de março como Dia do Laço. A data deveria ser incorporada ao calendário oficial de eventos do Estado e foi escolhida por ser o aniversário de Porto Alegre. Tem alguma coisa a ver? Uma coisinha só a ver? Nada, não é?

           Se a data escolhida fosse dia 04 de fevereiro, relembrando esta data há anos atras, no longínquo ano de 1952... Aí sim, poderia ser. Quando Alfredo José dos Santos teve a ideia de criar a "Competição Tiro de Laço". Alfredo era homem conhecedor das lides campeiras e exímio laçador e, ao ser convidado para a criação de um time de futebol, onde seria Patrono de Honra, negou-se justificando que se fosse para laçar uma novilha de encomenda estaria pronto. Desta sentença para a ideia foi um passo. Criou-se a ideia, veio a formação de um "Quadro de Laçadores" e daí a outro, para a competição. 

Futebol foi a inspiração

             Quando se pergunta de onde veio a ideia de o Quadro, ou a invernada ser formada por dez elementos a resposta dos pioneiros vem de pronto: Do futebol. Mas a equipe de futebol não são onze? Sim, mas tem goleiro no laço? Claro que não. Então a seleção par ao quadro tinha os dez jogadores representando o time de futebol.

Alfredo José dos Santos x João Ferreira dos Santos

          O primeiro treino de laço aconteceu no dia 14 de novembro de 1951, na fazenda de Ataliba Kuse, logo se formou o primeiro quadro, ou invernada, foi necessário a criação do "adversário". Foi então que aconteceu na fazenda do senhor Jorge Tigre, no dia 04 de fevereiro de 1952 a primeira disputa da modalidade. Os patrões vinham a frente e sabiam que iriam se enfrentar, os demais saiam de trás de algum suposto esconderijo, sem saber quem enfrentariam. Apesar de ser equipe, as disputas eram individuais.

Tudo isso, e muito mais vocês terão a oportunidade de ler no Eco da Tradição do mês de julho. Especial Tiro de Laço.
Cartaz do segundo grande evento ocorrido em 1967

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Nota de Falecimento - Alencar Feijó da Silva

             É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do Cavaleiro, amigo, ex-conselheiro da 1ªRT, da FCG e do MTG, ex-presidente da OrCav - Alencar Feijó da Silva. A morte já tinha tentado lhe dar um pealo, mas o homem era campeiro e se desvencilhou da armada. Mas desta vez ela o pegou de jeito. Descanse em paz meu amigo.. professor...  
            Velório será as 19h30 capela D do Cemitério Jardim da Paz e o sepultamento as 10h da manhã deste sábado, 17 de junho.

MTG inicia WebSérie sobre Danças Tradicionais Gaúchas

             
O Movimento Tradicionalista Gaúcho está dando início a mais uma WebSérie, desta vez abordando as Danças Tradicionais Gaúchas. O objetivo da iniciativa é promover conhecimento e cultura acerca desta que é uma das manifestações artísticas mais apreciadas no Rio Grande do Sul, segundo o presidente da entidade, Nairo Callegaro.

            A metodologia seguirá o padrão anteriormente adotado já com as webséries sobre a Carta de Princípios e a Chama Crioula, com publicações diárias na página oficial do MTG no Facebook. O trabalho está embasado na obra Danças Tradicionais Gaúchas 4ª edição, publicado em 2016 pela Fundação Cultural Gaúcha através da Vice-presidência Artística, a cargo de José Roberto Fishborn.
No total, serão 26 posts.

Foto: Mauro Heinrich
Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Na Assembleia Gaúcha, noite de ajudar os desabrigados

           Hoje à noite, 14 de junho, a "Mateada da Solidariedade" acontece a partir das 19h, no auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa do RS. A entrada é 1 kg de alimento não perecível, produtos de limpeza, roupas ou cobertores. É a noite de prestarmos nossa solidariedade aos desabrigados pelas cheias em nosso estado. 





terça-feira, 13 de junho de 2017

Garimpando a Tradição, em Soledade


Venha (re)conhecer o departamento cultural, na 5ªRT

Iº ENCONTRO REGIONAL "RECONHECENDO O DEPARTAMENTO CULTURAL"


PROGRAMAÇÃO dia 17/06/2017:

13h30 - Credenciamento e abertura;

14h - História do Tradicionalismo - Palestrante: Paulo Roberto de Fraga Cirne

15h - Departamento Cultural e a Gestão de Prendas e Peões
Palestrante: Pedro Oliveira

16h - Departamento Cultural - Papel e Responsabilidades
Palestrante: Caroline Reolon Scariot - 2ª Prenda do RS 2017/2018

17h - Encerramento e entrega de certificados; — com Caroline Scariot e Pedro Oliveira.

Excursão da EPC para Santiago - 61º Rodeio de Poetas da Estância


Edson Debom assume presidência do Conselho Deliberativo da FCG


            O presidente do MTG, Nairo Callegaro, reuniu-se na noite do dia 7 de junho, com a diretoria da Fundação Cultural Gaúcha. O encontro aconteceu na sede da entidade, em Porto Alegre, com o objetivo de escolher a diretoria 2017 / 2018.

             Como presidente foi escolhido Edson Francisco Tavares Debom, "O Mexicano", como é conhecido na 1ªRT, que terá Euclides da Silva Filho como vice-presidente e Carlos Rogério dos Anjos Farias como Secretário. Também integram o conselho os tradicionalistas Edison Flores Dornelles, Celso Barbosa Echeli, Paulo Matukait da Silva, Celso Guimarães da Silva, Helder Ricardo de Menezes, Luiz Henquique Lamaison e Tarcísio de Castro Falconi da Cunha. Os suplentes são Jeandro Portal Garcia, Adão Sagini, Luiz Ernani Ferreira de Souza, Lalvir José Rodrigues e Marta Guedes Bayer.

            O Conselho Fiscal passa a ser integrado por Maciel Silva Arce como presidente, Avelino dos Santos Menezes como contador e Adão Barreto como secretário. Os suplentes são Manoel José Lopes, Eloim Pereira e Albeni Carmo Oliveira.

XIX Sarau do CTG M'Bororé - Resultados

Categoria Mirim

1º Lugar: CTG Guapos do Itapuí
2º Lugar: CTG Gildo de Freitas
3º Lugar: CTG Aldeia dos Anjos
4º Lugar: CTG Sangue Nativo
5º Lugar: CTG Palanques da Tradição

Categoria Veterana

1º Lugar: GAN Ivi Maraé
2º Lugar: CTG Laço da Amizade
3º Lugar: CTG João Sobrinho
4º Lugar: CTG Aldeia dos Anjos
5º Lugar: CTG Gildo de Freitas

Categoria Juvenil

1º Lugar: CPF Piá do Sul
2º Lugar: CTG Rancho da Saudade
3º Lugar: CTG Erva Mate
4º Lugar: CTG Cel. Chico Borges
5º Lugar: CTG Ronda Charrua

Categoria Adulta

1º Lugar: CTG Rancho da Saudade
2º Lugar: CTG Tiarayu
3º Lugar: CTG Herois Farroupilhas
4º Lugar: CTG Aldeia dos Anjos
5º Lugar: CPF Piá do Sul

           A empresa AAT Produções fez a transmissão do evento pela TV do Gaúcho e os internautas puderam interagir pela hastag #TvdoGauchoSarau2017 pelo facebook e Tweeter.

Por que este ano os comentários, no intervalo de cada grupo?

           No ano passado, a cada intervalo, ficava aquele silencio enquanto passava um comercial de um patrocinador. O CTG M'Bororé e a Comissão Executiva entendeu que seria mais interessante ocupar aquele espaço apresentando para os internautas um pouco da história e do sentimento dos artistas e entidades que faziam sua exibição.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Extra!!! Extra!!! Saiu o Eco da Tradição de junho

Editorial do Presidente: Jovens façam acontecer. O momento é de vocês
Opinião: Solon fala sobre a OrCav
Toda programação do Fenart e Rodeio Nacional de Campeões em Querencia-MT
Entrevistas com as prendas adultas do Rio grande e os Guris Farroupilhas
Chama Crioula, onde já foi acesa, patronos dos festejos, e Mostardas, se preparando para agosto
1ª RT organiza mais um Festival Juvenil
Letícia Wierzchowski, Thiago Lacerda e Luiz Marenco contam e
cantam o amor de Anita e Giuseppe Garibaldi em lançamento do livro

Travessia” , o terceiro da trilogia.
As aventuras da terra gaúcha no DC Shopping
Jaguarão, na 21ª RT com diversas atividades culturais
30ª RT em alta - Novo Hamburgo campeão Gaúcho, Thomas Machado venceu o The Voice Kids, Jonathã Reis sagrou-se Peão Farroupilha e as prendas Renata da Silva e Cecília Scholz, ambas do CTG M´Bororé, da cidade de Campo Bom conquistaram 1º lugar em suas categorias... Tudo isso e muito mais no Eco da Tradição 190, de junho de 2017,

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Três anos sem o Capitão Fernandão - 1978 - 2014

           Passados três anos da trágica morte do Capitão Fernandão, naquele fatídico acidente de helicóptero, ainda nem sabemos como aquilo aconteceu.
           Fernandão deu ao Inter a liderança necessária para as grandes conquistas. Foi um motivador, um goleador. Um cara que marcou a história dos Grenais até a chegada ao grande título mundial de 2006. A estampa de líder levou o Inter a grandes conquistas. Vamos sentindo sua falta....

Trabalhando em couro- Preliminares para o uso do couro

            Ao artesanato de uso campeiro, na base do couro cru, dá-se o nome, de modo geral, de trabalho em "corda". "Guasqueiro" é o apelido pelo qual é conhecido o homem do campo que se dedica a esse tipo de artesanato.

            São variados os "pertences" de uso campeiro, confeccionados em couro cru. Destacam-se, entre outros, as "cordas" trançadas (rédeas, laços, cabrestos, etc.) — feitos de couro vacum — e os "corredores" (revestimentos — feitos de couro cavalar). Além dos couros vacum e cavalar, são também utilizados: o couro de cabra ("chibo"), para tranças delicadas; a pele de enguia ("muçum"), para revestimento de pequenos objetos. Até bem pouco tempo, utilizavam-se, no artesanato dessa natureza, o couro de capivara ("capincho"), para "cordas" torcidas; o couro de veado para pequenas tranças e revestimentos e o couro de lagarto para forro de boleadeiras. Hoje, por razões de ordem ecológica, essa prática acabou sendo abandonada.


A Coureada

            Diz-se "courear" ao ato de despegar o couro do animal morto. Para fins de artesanato, um couro deve ser o mais limpo possível, livre de gordura, resíduos de carne e coágulos de sangue. Alguns "guasqueiros" observam a fase da lua, para efeitos de coureada (lua minguante). É crença, mais ou menos generalizada, que o couro obtido na lua nova torna-se quebradiço e de pouca resistência. Outros preferem "courear" quando se inicia o processo de putrefação (caso de animais mortos no campo), tão logo o animal comece a inchar. Entendem que, dessa forma, facilita-se a posterior depilação do couro.

Estaqueamento

            O rendimento de um couro depende em grande parte do modo de estaqueamento. Um bom estaqueamento deve preencher certos requisitos, tais como:
a — O couro estaqueado deve estar limpo, livre de gordura, resíduos de carne e coágulos de sangue;
b — No verão, o estaqueamento deve ser feito com sol indireto; a ação direta dos raios solares sobre o couro torna-o quebradiço e ressequido;
c — O couro deve ser estaqueado com o carnal para cima;
d — O estaqueamento feito sobre uma parede de madeira, com o uso de pregos, é o mais indicado; nesse caso, a parte do couro correspondente à cabeça do animal deve ficar para baixo;
e _ Se o estaqueamento for feito sobre o chão, convém que o seja em terreno inclinado (a parte do couro correspondente à cabeça, para baixo}.

            Faz-se um corte, no "fio do lombo" (da parte traseira até o meio do couro). A seguir estaqueia-se numa parede e costura-se depois essa parte cortada com um tento forte, procurando aproximar-se o mais possível a parte cortada. Quando seco, nesse processo, o couro apresenta uma maior uniformidade, quanto à espessura, nessa região. 

terça-feira, 6 de junho de 2017

Vem aí o 2º Festival Pioneiro da Tradição dias 02 e 03 de setembro

           E ta chegando a hora de se inscrever no 2 Festival Pioneiro da Tradição, organizado pela gurizada buena do nosso querido "35" CTG. O evento acontecera nos dias 02 e 03 de setembro nas dependências do 35 em Porto Alegre.
            Pra quem se interessar em participar desta baita festa, disponibilizamos o regulamento no link:
(Regulamento) https://goo.gl/HzoH5q
            As inscrições iniciam neste sábado dia 10 de junho e vão ate o dia 18 de agosto pelo email - festivais@35ctg.com.br
Disponibilizamos a ficha de inscrição no link - (Ficha de inscrição) https://goo.gl/ud18hR
Maiores informações tu encontra no site e na fanpage do 35, acessa la www.35ctg.com.br  -   www.fb.com/35ctg

Fonte: Deivis Bueno
Estampa da Tradição