quarta-feira, 1 de abril de 2015

Fandangueiros darão curso no Estância da Azenha


Vamos doar sangue, pois doar não dói e pode salvar vidas

          Tá ai meus amigos.. fiz a minha parte! Deixei um pouco desse sangue véio farrapo na clinica para poder ajudar quem precisa. Faça o mesmo e doe "um pouquito no más", pois isso não dói e pode ajudar um monte de gente. 

domingo, 29 de março de 2015

18ª RT faz transmissão inédita do Encontro Regional em seu site.

          O Coordenador da 18ª região tradicionalista, Gilberto Silveira, está radiante. Lançou, com sua coordenadoria, o novo site da região e fez a primeira transmissão da história de um Encontro Regional de Patrões, ao vivo. Foram 406 acessos (apesar da pouca divulgação) e o site teve 1.143 visitas.
          Dentro da tese de Barbosa Lessa, que a partir de 2010 seriam utilizadas tecnologias para levar a tradição gaúcha além fronteiras, a coordenadoria da 18ªRT esta de parabéns. Pioneirismo na transmissão dos encontros.

Palestra na Vacaria dos Pinhais - História do Chimarrão e os 180 da Revolução Farroupilha

            Chegamos no sábado à noite ainda em Vacaria e fomos para a casa da patroa do GCG Guardiões da Tradição, que eu não sabia se tratar da esposa de um grande amigo, Edgar Bueno Silveira, a jovem Josiméri Basso.
           O nome de Vacaria está diretamente ligado à expressão espanhola “baqueria de los piñares” (vacaria dos pinhais), denominação que os jesuítas espanhóis deram aos campos de cima da serra, onde iniciaram a criação de gado que abasteceria as reduções jesuíticas.
            Começamos com um belo café da manhã, para qu elogo em seguida fossemos brindados pelo ex-patrão e atual capataz, seu Osvaldo, tres vezes campeão do ENART em gaita de Boca, com musicas em sua gaita de botão.
            Palestramos sobre a história do chimarrão e os 180 anos da revolução farroupilha. Na parte da tarde uma oficina de nós de lenço encerrou nosso trabalho.
          Estiveram presentes representantes do GAT Aba Larga, GC Gaúchos de 35, CTG Sentinela da Querencia, CTG Rancho da Integração, CTG Porteira do Rio Grande e, de Santa Catarina, CTGs Barbicacho Colorado e Planalto Lageano. Também esteve presente a coordenadora da 1ª Região tradicionalista de Santa Catarina.

          750 km feitos para poder atender os chamados no interior do estado e para fazer aquilo que nos propomos quando recebemos esta missão: Levar o conhecimento onde fossemos chamados e pudêssemos ir. Estamos procurando cumprir com essa missão dada há mais de 20 anos atrás.

Marau recebeu o Presidente do MTG para dois eventos

          Sábado, dia 28 de março, na cidade de Marau, o presidente do MTG, Manoelito Carlos Savaris, juntamente, com a vice-presidente de cultura do MTG, Elenir Winck, foram para a reunião com a comissão executiva tratar dos últimos detalhes do 27º Entrevero Cultural de peões.
          O almoço foi, também, no CTG Felipe Portinho, que aniversariou e completou 57 anos. A patronagem estava se preparando para o baile com Os Monarcas e ofereceram um churrasco, ao meio dia, para o presidente e para a comissão, junto com Os Monarcas.

          As 15h30min, o presidente e a coordenadora regional, Gilda Galeazzi, deram entrevista para a rádio Alvorada am que fez uma tertúlia ao vivo direto do CTG.
          As 16h foi a vez de fazer a abertura do 3º Encontro de Organizadores de Cavalgadas, realizado pela OrCav. Diversos temas foram tratados, entre eles a nomenclatura das duas novas comendas da Ordem: O de cavaleiro "Farroupilha"(7.000km) e "Monarca" (10.000km).
           Diversos grupos de cavalgadas se fizeram presentes ao encontro para tomarem as decisões que deliberam pela Ordem. Airto Glademir Timm, presidente da OrCav conduziu os trabalhos junto com seu vice, Solon.
          Verceli de Oliveira, dos cavaleiros do planalto médio e Tio Beno, do Memórias do passado estiveram presentes. As Anitas, além de fazer parte do evento, ainda ajudaram na organização.



quinta-feira, 26 de março de 2015

Encontro Cultural em Vacaria - GCG Guardiões da Tradição

Programação:
8h: Café da manhã para os presentes no local.
8h30min: Abertura oficial do evento, com o pronunciamento de autoridades convidadas.
9h: Momento Cultural: Apresentação de músicas nativistas
9h15min: Palestra sobre o Chimarrão
Liliane Pappen (tragam seus avios para preparar um bom mate)
10h30min: Palestra sobre 180 anos da Revolução Farroupilha
- Rogério Bastos
12h: Pausa para Almoço
13h30min: Oficina de nós de lenço (Trazer o seu lenço para a oficina)
Rogério Bastos
14h30min: Palestra sobre o tema anual do MTG "Para cada competição, momento de confraternização"
Priscilla Dors - 1ª Prenda de Santa Catarina

CTG Querência da Serra organiza palestra com a 1ª Prenda do RS


        Na próxima sexta feira, dia 27 o CTG Querência da Serra de Seberi estará recebendo em seu galpão a 1ª Prenda do Rio Grande do Sul, Caroline Lemos. 

          Será realizado um evento regional onde será abordado o tema anual para 2015 - "Para cada competição, momento de confraternização"
Início as 19:30 horas.
Fonte: Face Edu Wagner

Palestras e oficinas do XXVII Seminário Municipal de Educação de Cachoeirinha

Data
Encontro
26/03
ATIVIDADE I - Abertura do Seminário
Rio Grande do Sul “Educação em todos os Sentidos”

Palestrantes:Carmelinda Fraga Sutoff
&
 Rogério Bastos


DATA: 26/03/2015 (quinta-feira)         HORÁRIO: 18h  às 18h45min-Credenciamento
Início: às 19h
LOCAL: CTG Rancho da Saudade
Participação especial:
Apresentação artística do CTG Rancho da Saudade
OBS: OBS: Neste dia o Setor Administrativo da SMED disponibilizará dois (02) ônibus facilitando aos servidores o translado ao local do evento.
30/04

ATIVIDADE II –
 Palestra com Jaqueline Moll
"Caminhos da Educação Integral"


DATA: 30/04/2015 (quinta-feira)          
HORÁRIO: 18h
LOCAL: Câmara de Vereadores
25/04
ATIVIDADE III – Oficinas
 Oficinas:   1- dança  2-saúde do educador 3- música  4- esportes  5- literatura  6- matemática  7- ludicidade     8- sustentabilidade  9- neurociência  10- inclusão
DATA: 25/04/2015                                
Local: Escola Mascarenhas de Moraes
Horário das 8h às 12h
23/05
ATIVIDADE IV – Oficinas
Oficinas: 1- dança  2-saúde do educado  3- música  4- esportes  5- literatura  6- matemática  7- ludicidade        8- sustentabilidade   9- neurociência    10- inclusão

DATA: 23/05/2015 (sábado)                
Local: Escola Mascarenhas de Moraes
Horário das 8h às 12h
30/05
     


ATIVIDADE V – Cine-fórum
Palestrantes: Henrique de Freitas Lima
Ramiro José dos Reis


DATA: 30/05/2015 (sábado)                 HORÁRIO: 8h (Manhã)
LOCAL: Local: Câmara de Vereadores


quarta-feira, 25 de março de 2015

Uma baita iniciativa, só poderia ter a assinatura Menna Barreto

- Zona Norte/Sul: 35CTG
Assunto: Relatórios
Com Nathalia Rodrigues

- Viamão/Alvoada: CTG Setembrina dos Farrapos
Assunto: Indumentária: Rodrigo Maciel

- Vale do gravataí: CTG Chaleira Preta
Assunto: Organização de eventos

- Delta do Jacuí: CTG Berço Farroupilha
Assunto Questões psicológicas - Ivone Costa

Responsabilidade de Vera Lucia Menna Barreto - Diretora Cultural da 1ªRT

terça-feira, 24 de março de 2015

Curso para Avaliadores de Danças Tradicionais - Neste final de semana


Nota de Falecimento

           É com imenso pesar que comunicamos o falecimento de seu Arlindo Pilla, pai da ex-prenda do Rio Grande do Sul, 1993/1994, Vanessa Pilla e do organizador do JuvEnart, Arion Pilla. Seu Arlindo lutava contra um câncer. 

Vem aí o 3° Marco da Canção Gaúcha de Aceguá

REGULAMENTO
3° Marco da Canção Gaúcha de Aceguá

Da Organização e Coordenação:
A organização do 3° Marco da Canção Gaúcha, ficará a cargo da Comissão Organizadora.
O 3º MARCO DA CANÇÃO GAÚCHA DE ACEGUÁ contará com estrutura de palco, sonorização, peças de divulgação e estruturação, condizentes com os festivais no gênero no Rio Grande do Sul.
O 3º MARCO DA CANÇÃO GAÚCHA DE ACEGUÁ  será realizado no dias 10, 11 e 12 de abril de 2015, a partir das 19 h, no local de rodeios denominada Pista sem Fronteiras, situado na estrada internacional, Aceguá/RS.
Linhas musicais a serem adotadas: “Música Campeira e Nativista” do Rio Grande do Sul e Uruguay.
Os microfones estarão abertos para passagem de som, ente 13h e 17 h.
Todos os concorrentes das duas linhas deverão realizar passagem de som com duração limitada de 15min por concorrente.
Todos os interpretes inscritos deverão estar no local uma hora antes do inicio de Festival.

Dos Objetivos:

Incentivar e fomentar o conhecimento cultural com caráter sócio-educativo da participação de artistas e payadores da região e convidados, no intuito de divulgar a nossa autentica música folclórica e nativista dando ênfase aos novos talentos locais, promovendo assim o turismo cultural.
Desenvolver, despertar e cultivar o gosto dos jovens pelos temas regionais, através de interpretação vocal e instrumental da música sul rio-grandense.
Oportunizar a divulgação de músicas de manifestação Riograndense e folclóricas, valorizando o gaúcho ou “gaúcho” e seus costumes através de ritmos tradicionais e de reconhecido domínio popular.
Estabelecer intercâmbio artístico, cultural e integração entre intérpretes, instrumentistas no interesse da cultura e da arte gaúcha no Brasil e nos Países do Mercosul.
Promover os artistas amadores (entende-se por amadores, artistas que não se utilizem da música de forma comercial e não possuem registro na Ordem dos Músicos do Brasil.

Do Concurso de Intérpretes:

Poderão participar intérpretes de qualquer parte do Brasil e Países do Mercosul, nas modalidades e idades previstas neste regulamento;
Os intérpretes adulto e juvenil devem optar por  defender em palco apenas uma modalidade, ou seja: Música inédita ou já gravada pelo cancioneiro  gaúcho.
As modalidades serão assim distribuídas:
- Mirins, até 13 anos, para músicas não inéditas
- Juvenil, de 14 à 17 anos, para musicas inéditas e não inéditas
- Adulto, a partir de 18 anos, para músicas inéditas e não inéditas
Inscrição será gratuita.
Todos os participantes devem entregar juntamente com a inscrição (devidamente preenchida) 05 (cinco) cópias legíveis das letras das músicas, até o dia 03 de abril de 2015.
Cada participante poderá inscrever no máximo 02 (duas) músicas já gravadas pelo cancioneiro(não inéditas,  sendo que Comissão elegerá por ordem de preferência 01 (uma) música para o palco. No caso de haver coincidência de musica entre os participantes será chamada a 2º alternativa. E para a modalidade Música Inédita, apenas uma música.
Serão aceitas até no máximo 30 concorrentes, que serão classificados por ordem de inscrição.

Das Apresentações:

As músicas não poderão exceder o tempo de 06 (seis), minutos em seu trabalho de palco entre a chamada e a apresentação, sob pena de perda de pontos;
A apresentação da música, obedecido o limite estabelecido, fica a critério do concorrente (instrumental, arranjos, etc...).
Não será permitida a interpretação de músicas através de leitura.
Será exigida a comprovação de idade do concorrente em todas as modalidades.
Por tratar-se de um Festival Internacional, será aceita a execução musical através de teclado eletrônico, porém apenas com sons de piano.
Os concorrentes deverão apresentar-se no palco com indumentárias típicas do Rio Grande do Sul ou Países do Mercosul.
O intérprete poderá ser acompanhado por músico amador ou profissional.
O não comparecimento do concorrente imediatamente ao chamado para sua apresentação acarretará em sua desclassificação imediata.

Das Avaliações:

A comissão julgadora será composta por pessoas indicadas pela comissão organizadora, sendo membros de reconhecida capacidade intelectual para avaliações de interpretes, declamadores e músicos, e de igual forma capacitados para avaliar  as letras das composições .

O intérprete será avaliado nos seguintes itens:
• Linha melódica;
• Afinação de voz;
• Ritmo;
• Interpretação ;
 Fidelidade ao tema.
Poderá ser descontado até 02 (dois) pontos se a indumentária do concorrente e acompanhantes não estiver de acordo com usos e costumes do Rio Grande do Sul ou do Uruguai.

Das Disposições Gerais:

As inscrições serão encerradas no dia 8 de abril de 2015, às 18:00 horas. Através dos e-mails e /ou fones citados neste regulamento.
Serão interpretadas até 20 músicas em cada noite de festival.
Serão aceitas as 10 primeiras inscrições em cada categoria (mirim, juvenil e adulta), independente da modalidade,(Cancioneiro e Inédita), sobrando vaga em uma categoria, assumira a suplente por ordem de inscrição.
O festival reserva-se ao direito de usar a imagem qualquer do festival em folders, vídeos e demais materiais de propaganda para edições futuras, sem a prévia consulta.
Casos omissos a este regulamento, cabe as Comissões Organizadora e Avaliadora o veredito final.
Ao preencher a ficha de inscrição, o intérprete concorda com este regulamento;
As inscrições serão gratuitas;

A 27ª FECARS - Por Jeandro Garcia

          Passada mais uma FECARS é hora de reunirmos as lembranças, e nos sentirmos abençoados em participar de um grande evento com este. Em 2014, afirmei que - no meu ponto de vista – “é o evento mais  gaúcho que acontece no estado”, houve até critica,  dizendo que outro evento era mais “gaúcho” ainda, pois os participantes eram levados por fazendeiros... deve ter sido uma piada, claro. Afinal neste tal os prêmios eram  altos e a FECARS o que conta é representar sua entidade, sua região tradicionalista e cultuar as tradições, premiação em dinheiro não há.

          Outras peculiaridades fazem este evento ser tão tradicional, um deles é o público que frequenta o parque, em sua ampla maioria tradicionalistas, e 95% pilchados, é difícil encontrar alguém sem ao menos uma bombacha. Claro, afinal não possui shows, bailes, e mesmo assim arquibancadas lotadas e acampamentos gigantescos.

          Santa Cruz do Sul está de parabéns, ótima estrutura para receber a todos, e para a realização das provas. Muitos fazem votos para que retorne a cidade. Como todo evento de grande porte sempre acontecem ajustes durante a realização do evento, e nos momentos que presenciamos estavam preparados para as eventualidades.

          Dentre as provas tivemos belas disputas, e um show das torcidas nas arquibancadas, mas assim como observamos na Cavalgada da Costa Doce 2015, a participação de jovens e crianças tem aumentado, e a participação dos adultos no suporte e torcida por eles tem sido espetacular.

          Na prova de laço quando uma criança disputava e acertava a armada, grande parte da arquibancada vibrava junto a eles, sem se importar qual região ele representa, se errava, aplausos. Na vaca parada, arquibancadas e arredores sempre lotados para ver dezenas de prendinhas e peões. E uma cena digna de um evento de culto a cultura gaúcha, o peãozinho da 9ª RT abriu mão do 1º lugar, para o amigo da 25ª que havia feito em Piratuba/SC no Nacional. Nas rédeas as prendinhas e peõezinhos provaram o quanto são valentes, com tempos de prova muito próximos aos adultos.

          De fato, as crianças não são somente o futuro da tradição, são realmente o presente! Laçam sobre o cavalo e vaca parada, fazem rédeas, sabem os jogos campeiros e participam dos seminários, estão por todos os lados, é difícil transitar pelas ruas de não vê-los lançando as vaquinas. Um companheiro passou por mim no parque e disse “Jeândro corre lá no seminário de cultura campeira, pois lá ‘a tradição está acabando’!!!”. Chegando lá um enorme salão, completamente lotado, mais de 500 inscritos! fora quem não se inscreveu mas fez questão de assistir. A grande maioria eram jovens!

          Se o tradicionalismo “está acabando” deste jeito, quero que desta forma se acabe o meu dinheiro, e meu amor pela cultura. Como se diz por aí: “o resto é bobagem pra vender livros”.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Editorial do presidente

         
           Há momentos das nossas vidas em que parece nada valer a pena. São aquelas horas em que temos vontade de “sair fora”, de “largar tudo”, de “parar”. São estas as horas mais importantes porque nos oferecem a oportunidade de reflexão sobre o que fizemos, o que estamos fazendo e o que temos a fazer.
No Movimento Tradicionalista Gaúcho esses momentos de dúvida são frequentes, especialmente para quem dirige entidades. Tenho comigo que isso ocorre porque nossa atividade é complementar. Não é uma atividade essencial. Não nos garante emprego, não melhora o orçamento familiar, não oferece qualquer vantagem material. O tradicionalismo gaúcho, para quem realmente é tradicionalista, somente oferece a oportunidade de amealhar amigos, de auxiliar aos outros, de contribuir para a formação cidadã dos jovens, para fortalecimento das famílias, entre outras coisas gratificantes.
O exercício da liderança nos impõe dificuldades normais como: a falta de tempo, a escassez de dinheiro, a administração de vaidades e interesses pessoais, a necessidade de atender inúmeras demandas ao mesmo tempo, a crescente dificuldade em manter o interesse das pessoas que tem inúmeras opções de espaços e atividades sociais. Tudo isso é sabido e não assusta quando se tem a certeza da importância do que fazemos. O que realmente incomoda é quando somos acusados e expostos publicamente. É nestas horas que precisamos nos fortalecer e fortalecer as instituições. 

Termos ciência de que as coisas são dessa forma e que ataques, ingratidões ou sacanagens são inerentes à maldade humana. Quando isso ocorre, só a união e a perseverança nos garantem. É nesses momentos que a parceria se mostra fundamental. A travessia sempre é mais tranquila quando realizada com o apoio dos amigos. É na dificuldade que se mede o tamanho da amizade.

A grande questão é sabermos separar o essencial do resto. O segredo é perceber se aquilo que estamos fazendo é o correto. Assim como precisamos entender as razões, os objetivos e as causas daquelas coisas que nos fazem ter vontade de “largar tudo”. Quem nos aponta o dedo? Porque faz isso? Qual o valor de quem nos acusa? O que temos a temer? Fizemos alguma coisa errada? Responder bem a essas questões é crucial para que escolhamos os caminhos adequados.

De qualquer forma, não podemos perder de vista que o Movimento Tradicionalista Gaúcho, como já disse Barbosa Lessa, existe, também, para demonstrar que “Uma grande nação não se faz somente com o progresso industrial e tecnologia urbana. Se faz também com as mãos calosas do trabalhador do campo, com o senso de grandeza em face da herança recebida, com a humildade do reconhecimento aos que vieram antes, enfim com a emoção das gerações interligadas pelo elo vital da tradição”. 
Portanto, esse é o momento de nos darmos as mãos para nos fortalecer. É o momento de isolar tudo e todos que nos fazer ter aquela “vontade”. É a hora de medirmos o tamanho das amizades e, depois de medidas, escolher ficar com aqueles que nos dão suporte para seguir a realizar eventos com a presença fabulosa de jovens, de continuarmos a realizar atividades onde as famílias tem o melhor lugar, de mantermos a nossa certeza de que tradição e cultura não são modismos e não se inventam hoje. 
A crença de que tradição é o elo vital entre gerações e que isso é o que garante os aspectos essenciais da vida em sociedade é que nos faz permanecer nas nossas posições, entrincheirados para defender valores, princípios e crenças das quais não somos proprietários, mas guardiões voluntários e orgulhosos. 

Se alguém ainda tem dúvidas de que vale a pena tudo o que fazemos, olhe as fotografias da “vaca parada” da FECARS 2015.
Abril de 2015.
Manoelito Carlos Savaris

Nota Oficial da Comissão Organizadora do JuvEnart

          Prezados Tradicionalistas:

          Tendo em vista o previsto no Regulamento no JuvEnart, em seu Art. 35 abaixo transcrito, vimos informar que o CTF Os Nativos - Santa Maria - 13ª Região Tradicionalista não poderá participar desta 13ª Edição do JuvEnart.

          Informamos ainda que as três entidades, pré-inscritas na edição 2015 e não sorteadas no evento do dia 22 de março, serão submetidas a novo sorteio, dia 24 de março, 19:00 (ao vivo no site do CTG Sentinela da Querência) no qual uma delas passará a ocupar o lugar no CTF Os Nativos.

          A Organização do JuvEnart foi informada que o CTG Candeeiro Crioulo de Pelotas, grupo pré-classificado na edição 2014, foi desfiliado do MTG, estando desta forma impedido de concorrer em 2015. Assim que receber-nos a formalização desta notícia alteraremos o Regulamento do JuvEnart, recebendo 16 grupos da etapa classificatoria, ou seja, as duas melhores notas dos seis blocos e os 4 melhores terceiros.

          Art. 35 – As entidades que procederem a sua inscrição e não comparecerem ao evento, não poderão, por um prazo de um ano, voltar a se inscrever no evento, assim como estarão submetidas às penalidades previstas na regulamentação do MTG.


Classificatória para o JuvENART 2015







Fonte: Deivis Bueno
Estampa da Tradição Fotografias

Pensamento do dia


domingo, 22 de março de 2015

25ª Região Tradicionalista é a grande campeã da 27ª FECARS

Os representantes da 25ª Região Tradicionalista, na 27ª FECARS  conquistaram vários prêmios. Entre estes prêmios o troféu de laço Seleção, equipe de 10 laçadores, chegando ao maior somatório de pontos tornando-se campeão geral.

          A equipe da 25ªRT venceu, em um ano, três grandes eventos: 26ª FECARS, o Rodeio Nacional de Campeões da CBTG, em Piratuba/SC e a 27ª FECARS. 

27ª FESTA CAMPEIRA DO RIO GRANDE DO SUL – FECARS
SANTA CRUZ DO SUL – 2015
R E S U L T A D O S

LAÇO SELEÇÃO – TROFEU ALFREDO JOSÉ DOS SANTOS
1º Lugar:     25 ª Região Tradicionalista
2º Lugar:      5ª Região Tradicionalista
3º Lugar:    15 ª Região Tradicionalista


LAÇO VETERANO
1º Lugar: Edir José da Silveira – CTG Rodeio de Encruzilhada – Encruzilhada do Sul – 5ª RT
2º Lugar: João Batista de Oliveira – DTG Morada de Guapos – Canoas – 12ª RT
3º Lugar: Lauro da Silva Lopes – PL Três Estâncias – Rolante – 22ª RT

LAÇO VAQUEANO
1º Lugar: Erotides Andrade Vieira – DTG OAB – Novo Hamburgo – 30ª RT
2º Lugar: Nataniel Campos P. da Rosa – DT Coxilha dos Indios - Vila Block - São Sepé.– 13ª RT
3º Lugar: Gentilício Lopes Pereira – CTG Porteira da Amizade – Machadinho – 29ª RT

LAÇO PATRÃO
1º Lugar: Gabriel Damiani – QL Faustino Bertoldi – Colorado – 7ª RT
2º Lugar: Sergio Rocha – CTG Gritos de Liberdade – Tupanci do Sul – 29ª RT
3º Lugar: Gilson Boff – PL Veteranos – Caxias do Sul – 25ª RT

LAÇO CAPATAZ
1º Lugar:  Alan Soares – PL Sinuelo do Cerrito – São Francisco de Paula – 27ª RT
2º Lugar: Odirlei Cechele – CTG Presilha Gaúcha – Fortaleza dos Valos – 9ª RT
3º Lugar: Fabio Gonçalves – CTG Tapera Velha – Campos Borges – 14ª RT

LAÇO COORDENADOR
1º Lugar: Roberto Diego de Oliveira – CTG Sinuelo dos Pagos – Jacuizinho – 14ª RT
2º Lugar: Raul Elior Pereira Teles – DC Os Carreteiros – Caxias do Sul – 25ª RT
3º Lugar: Carlos Eduardo da Silva – CTG Querência da Serra – Cruz Alta – 9ª RT

LAÇO DIRETOR CAMPEIRO DE RT
1º Lugar: Raul Reis – PL João de Barro – São Fco. de Paula – 27ª RT
2º Lugar: Daniel Sisnandes Pereira – PL Três Porteiras – Jacuizinho – 14ª RT
3º Lugar: Ricardo Silva da Silva – PT Querência dos Vargas – Santiago – 10ª RT

LAÇO BRAÇO DE OURO
1º Lugar: Diogo Reis Medeiros – PL. Sinuelo de São Chico – São Francisco de Paula – 27ªRT
2º Lugar: Ariane da Silva Soares – PL Sinuelo do Cerrito– São Francisco de Paula – 27ªRT
3º Lugar: Yuri da Silveira Teixeira – CTG Porteira do Litoral – Terra de Areia – 23ª RT

LAÇO BRAÇO DE DIAMANTE
1º Lugar: Rodrigo Elias Rocha Moretto – PL Porteira da Coxilha – Coxilha – 7ª RT
2º Lugar: Alan Soares – Pl Sinuelo do Cerrito – São Francisco de Paula – 27ª RT
3º Lugar: Leandro Bueno – GN Araganos – Campinas do Sul – 19ª RT

LAÇO PAI E FILHO
1º Lugar: Jacques de Moraes Pedroso e Pedro Pinto Pedroso – CTG Ronda Crioula – São Sepé – 13ª RT
2º Lugar: Pedro Geraldo Macedo de Lima e Pedro Henrique de Aguiar de Lima – CTG Herança Gaudéria – Caxias do Sul – 25ª RT
3º Lugar: José Almeida e Mauricio Alneida – PTG Memorias do Passado – Sapucaia do Sul – 12ª RT

LAÇO DUPLA DE IRMÃO
1º Lugar: Gelson Joel Hoff – PTG Capão do Cedro e Volnei Eduardo Hoff – CTG Herança Farroupilha – Vera Cruz – 5ª RT
2º Lugar: Marcelo Nunes Baratto e Roberto Nunes Baratto – PL São Geraldo – Osório – 23ª RT
3º Lugar: Lucas Felipe Janhel e Mateus Fernando Janhel – CTG Sentinela da Tradição – Igrejinha – 22ª RT

LAÇO GERAÇÃO
1º Lugar: Gecio da Luz, Jair Prestes da Luz e Cassiano Menegola da Luz – CTG Vinte e Nove de Setembro   – Cambará do Sul – 27ª RT
2º Lugar: Wilmar Alves da Silveira – CTG Estância da Serra, Luan Espindola da Silveira e Vilnei Silva da Silveira – PL General Osório – Osório – 23ª RT
3º Lugar: Adão Sutil da Cruz – CTG Crioulo Expeditense – Santo Expedito do Sul, Vanderlei Sutil da Cruz e Jonathan de Lima Crz – CTG Orly Teles – Tupanci do Sul – 29ª RT

LAÇO PIÁ /MENINA DUPLA
1º Lugar:  Alan Antonio da Silva Coutinho - CTG João Dorneles - Fazenda Vila Nova e Arthur Martini - PTG Machry - Venâncio Aires - 24ª RT
2º Lugar: Lucas Lorenzi Pereira – CTG Maneco Rodrigues – Santa Maria e Luis Felipe Moraes Cavalheiro – PL Almiro Borges – Restinga Seca – 13ª RT
3º Lugar: Eduardo Alberto da Silva – CTG Sinuelo das Coxilhas – Espumoso e Vitor Soares Maciel – CTG Galpão Hospitaleiro – Campos Borges – 14ª RT

LAÇO GURI/GURIA DUPLA
1º Lugar: Matias Trintini Hartmann - CTG Marciano Brum – Soledade e Fernando Maldaner Dendena – CTG Porteira do Faxinal – Alto Alegre – 14ª RT
2º Lugar: Tiago Bergamo – CTG União Campeira – São José do Ouro e Luiz Carlos Machado – CTG Tropeiros da Fé – Ibiaçá – 29ª RT
3º Lugar: Roberson de Moraes Cavalheiro – DTCE Marcas do Pampa – Santa Maria e Naivel da Rocha Martins – DT Coxilha dos Indios – São Sepé – 13ª RT

LAÇO RAPAZ/PRENDA DUPLA
1º Lugar:  Everton de Deus Valim Junior – PL Vento Xucro – Osório e Yuri da Silveira Teixeira – CTG Porteira do Litoral – Terra de Areia – 23ª RT
2º Lugar: Romulo Trindade – CTG Baio Ruano – Cambará do Sul e Fernando Zanatta – PL Saiqui – Canela – 27ª RT
3º Lugar: Eduardo Keller de Oliveira e Matheus Marques – DC Ginetes da Tradição – Caxias do Sul – 25ª RT

LAÇO PRENDA DUPLA
1º Lugar: Ariane da Silva Soares – PL Sinuelo do Cerrito e Bruna Teixeira dos Reis – PL Lajeado Bonito – São
Francisco de Paula – 27ª RT
2º Lugar: Maria Eduarda K. de Oliveira – CTG 20 de Setembro e Priscila Veigas Jardim – PCN Farroupilha –
Triunfo – 15ª RT
3º Lugar: Bruna Agel Oliveira – PL Os Gaudérios – Santa Maria e Monica Helena Milbrandt – CTG Andarilhos do Pago
- Restinga Seca – 13ª RT

LAÇO PEÃO 
1º Lugar: Diogo Reis Medeiros – PL Sinuelo de São Chico – São Francisco de Paula – 27ª RT
2º Lugar: Paulo Ceser Rosa Pereira – CTG Rodeio de Encruzilhada – Encruzilhada do Sul - 5ª RT
3º Lugar: Ademar Fernandes de Lima – CTG Neco Goulart – Ciriaco - 7ªRT

VACA PARADA PIAZINHO DUPLA
1º Lugar: João Pedro Filipin Pelisson – PQT Balneario Cascatinha – Alegria e Bruno Gabriel Bastiano Voos
– CTG Epopéia Farroupilha – Humaitá – 20ª RT
2º Lugar: Alan Antonio da Silva Coutinho – CTG João Dornelles – Fazenda Vila Nova e Vinicius Correa – GAN Anita Garibaldi – Venâncio Aires – 24ª RT
3º Lugar: Lauro Gargnin Pegoraro – CF Porteira da Tradição – Nova Palma e Gabriel Moraes da Silva – PL Almiro Borges – Restinga Seca – 13ª RT

VACA PARADA PIAZINHO INDIVIDUAL
1º Lugar: João Pedro Filipin Pelisson – PQT Balneario Cascatinha – Alegria – 20ª RT
2º Lugar: Alan Antonio da Silva Coutinho – CTG João Dornelles – Fazenda Vila Nova – 24ª
3º Lugar: Nicolas Motta Moreira – PL Sangue Farrapo – Tramandai – 23ª RT

VACA PARADA PIAZITO DUPLA
1º Lugar: Pedro Henrique Fanton – CTG Pousada do Imigrante – Nova Bassano e Guilherme Barreto –
CTG Presilha da Serra – Bento Gonçalves – 11ª RT
2º Lugar: Kauã Martins Boeno – PL Presilha Cruzaltense – Cruz Alta e Pedro Scapin Segatto – PL Andarilhos
Do Pampa – Fortaleza dos Valos – 9ª RT
3º Lugar: Eduardo Massing Carpes – CTG Cancela da Palmeira – Novo Barreiro e Gilson Felipe Albuquerque
 dos Santos – CTG Filigêncio Martins de Melo – Palmeira das Missões – 17ª RT

VACA PARADA PIAZITO INDIVIDUAL
1º Lugar: Leonardo Pereira Camelo – CTG Estancieiros do Laço – Caxias do Sul – 25ª RT
2º Lugar: Kauã Martins Boeno – PL Presilha Cruzaltense – Cruz Alta – 9ª RT
3º Lugar: Francisco da Silva Nunes – CTG Porteira da Amizade – Lagoão – 14ª RT

VACA PARADA PRENDINHA DUPLA
1º Lugar: Emilly Nunes de Souza Kaiser – Pl Teodorico Andrade – Tupanciretã e Micheli Mafalda – CTG Sentinela da
Ramada – Nova Ramada – 9ª RT
2º Lugar: Allana Isadora de Souza Simioni – GTCC Estância do Lago – Passo Fundo e Maria Eduarda França
Boeira – PL Nero Boeira – Coxilha – 7ª RT
3º Lugar: Roberta Camara Scolari – CTG Crioulos da Querência – Jaboticaba e Milena Martins da Silva –
PQT Três Palmeiras – Palmeira das Missões – 17ª RT

VACA PARADA PRENDINHA INDIVIDUAL
1º Lugar: Emilly Nunes de Souza Kaiser – Pl Teodorico Andrade – Tupanciretã – 9ª RT
2º Lugar: Micheli Mafalda – CTG Sentinela da Ramada – Nova Ramada – 9ª RT
3º Lugar: Allana Isadora de Souza Simioni – GTCC Estância do Lago – Passo Fundo – 7ª RT

VACA PARADA BONEQUINHA DUPLA
1º Lugar: Maria Leonarda Vargas da Silva – PQT Herança Gaúcha – Triunfo e Marina Chapeus Baptista –
CTG Laço da Amizade – Montenegro – 15ª RT
2º Lugar: Emily dos Santos Dias e Poliana Azevedo Nunes – CTG Fagundes dos Reis – Passo Fundo – 7ª RT
3º Lugar: Luma Lorensi Pereira – CTG Maneco Rodrigues – Santa Maria e Maria luisa Morais Cavalheiro –
PL Almiro Borges – Restinga Seca – 13ª RT

VACA PARADA BONEQUINHA INDIVIDUAL
1º Lugar: Suely Hack da Rosa – CTG Miguel Rocha Sampaio – Palmeira das Missões – 17ª RT
2º Lugar: Maria Leonarda Vargas da Silva – PQT Herança Gaúcha – Triunfo – 15ª RT
3º Lugar: Marina Chapeus Baptista – CTG Laço da Amizade – Montenegro – 15ª RT

RÉDEAS PIÁ
1º Lugar: Diego Henrique Fonseca Rubin – Piq. Lourival Dias de Freitas – Uruguaiana – 4ª RT
2º Lugar: Fernando Andrade de Andrade – CTG Querência do Pai Quati – São Gabriel – 18ª RT
3º Lugar: Gabriel Santi Machado – CTG Lanceiros da Zona Sul – Porto Alegre – 1ª RT

RÉDEAS GURI
1º Lugar: Felipe Fonseca Soares – Piq. Lourival Dias de Freitas – Uruguaiana – 4ª RT
2º Lugar: João Vitor Hernandez Fernandez – CTG Tropeiro dos Campos Neutrais – Sta Vitória do Palmar – 6ª RT
3º Lugar: Roberson de Moraes Cavalheiro – DTCE Marcas do Pampa – Santa Maria – 13ª RT

RÉDEAS PEÃO
1º Lugar: Vladimir Fachini – CTG Querência Pampeana – Nova Santa Rita – 12ª RT
2º Lugar: João Oneide da Silva Godois – Agropecuária Barcelos – São Nicolau – 3ª RT
3º Lugar: Felipe Cabral Lessa – CTG Porteira da Restinga – Porto Alegre – 1ª RT

RÉDEAS VETERANO
1º Lugar: Ananias Ladi da Costa – CTG Sinuelo dos Pagos – Jacuizinho – 14ª RT
2º Lugar: Ruben José Ferrari Pegoraro – CF Porteira da Tradição – Nova Palma – 13ª RT
3º Lugar: José Martins da Rosa – PTG Tunel Verde – Balneário Pinhal – 23ª RT

RÉDEAS MENINA
1º Lugar: Gabriele Machado Soares – DTG Morada de Guapos – Canoas – 12ª RT
2º Lugar: Emily Viana dos Santos – Pl Campeiros do Geribá – Cachoeira do Sul – 5ª RT
3º Lugar: Ana Luiza Bitencourt – CTG Rincão dos Brochier – Brochier – 15ª RT

RÉDEAS GURIA
1º Lugar: Thais Kailane Sales – CTG Porteira da Restinga – Porto Alegre – 1ª RT
2º Lugar: Julia Winckel Avila – CTG Tropeiro Velho – Panambi – 9ª RT
3º Lugar: Natali Fernanda Guimarães Pereira – CTG Pedro Serrano – Sapiranga – 30ª RT

RÉDEAS PRENDA
1º Lugar: Laíne Araújo – CTG Querência Pampeana – Nova Santa Rita – 12ª RT
2º Lugar: Monique Evelin Taschetto – CTG Desgarrados da Querência – Sapiranga – 30ª RT
3º Lugar: Maria Esabel Jaques Guimarães – Piq. Lourival Dias de Freitas – Uruguaiana – 4ª RT

CHASQUE
1º Lugar:  25ª RT
2º Lugar:    9ª RT
3º Lugar:  21ª RT

GINETEADA
1º Lugar: Schaimon Goulart Trindade – CTG Gaudérios da Querência – 2ª RT
2º Lugar: Nelson Moreira Silveira – CTG Júlio de Castilhos – 9ª RT
3º Lugar: Marcio Borges da Silveira – DTG Morada de Guapos – 12ª RT

LAÇO CONSELHEIRO DE REGIÃO
1º Lugar:  Jó Arse - CTG Herança Gauderia - Caxias do Sul - 25ª RT
2º Lugar:  José Nicanor Castilhos de Oliveira - DC Ginetes da Tradição - Caxias do Sul - 25ª RT
3º Lugar:  Dauro Soares - Bento Gonçalves - 11ª RT

LAÇO NARRADOR
1º Lugar:  Fábio Gonçalves dos Santos - CTG Tapera Velha - Espumoso - 14ª RT
2º Lugar:  Arlindo Lopes - CTG Neco Goulart - Ciriaco - 7ª RT
3º Lugar:  Ricardo Silva Da Silva - PQT Querência dos Vargas - Capão do Cipó - 10ª RT

LAÇO AUTORIDADE
1º Lugar:  Arlindo Antonio Lopes - Prefeito Municipal de Ciriaco - 7ª RT
2º Lugar:  James Ayres Torres - Prefeito Municipal de Faxinalzinho - 19ª RT
3º Lugar:  Alceu Barbosa Velho - Prefeito Municipal de Caxias do Sul - 25ª RT

Jogos Tradicionalistas

TRUCO CEGO
1º Lugar: CTG Encosta da Serra – 11ª RT
2º Lugar: CTG Encosta da Serra – 11ª RT
3º Lugar: CTG Estancia Gaucha – 12ª RT

TRUCO DE AMOSTRA
1º Lugar: Grupo Pampa Minuano – Bagé - 18ª RT
2º Lugar: CTG Glauco Saraiva – Porto Alegre - 1ª RT
3º Lugar: CTG Pealo de Estância – Viamão - 1ª RT

BOCHA 48
1º Lugar:  CTG Sovéu de Ouro – 12ª RT
2º Lugar:  CTG Rodeio de Encruzilhada – 5ª RT
3º Lugar:  DTG Querência Azaléia - 22ª RT

BOCHA CAMPEIRA
1º Lugar: CTG Sentinela do Pago – 7ª RT
2º Lugar: EN Taquarembó – 9ª RT
3º Lugar: DTG Querência Azaléia – 22ª RT

TAVA INDIVIDUAL
1º Lugar: CTG Alma Crioula – 12ª RT
2º Lugar: CTG Joaquim Paulo de Freitas – 21ª RT
3º Lugar: CTG Carreteiros da Saudade – 1ª RT

TAVA EQUIPE
1º Lugar: CTG Alma Crioula – 12ª RT
2º Lugar: CTG Alma Crioula – 12ª RT
3º Lugar: CTG Carreteiros da Saudade – 1ª RT

TETARFE INDIVIDUAL
1º Lugar:  CTG Carreteiros da Saudade - 1ª RT
2º Lugar:  CTG Tapera Velha – 9ª RT
3º Lugar:  CTG Herdeiros da Tradição – 25ª RT

SOLO
1º Lugar: CTG Coxilha Aberta - 1ª RT
2º Lugar: CTG Espora de Prata – 14ª RT
3º Lugar: CTG Alma Crioula - 12ª RT

TROFÉU CYRO DUTRA FERREIRA
1º Lugar:     25ª RT
2º Lugar:     9ª RT
3º Lugar:     12ª RT

MTG lançou na FECARS o calendário anual de Rodeios

          O Movimento Tradicionalista gaúcho lançou, durante a Festa Campeira do Rio Grande do Sul, em Santa Cruz, o calendário de rodeios de 2015. Eventos entrarão para o calendário de eventos do estado, para que se mostre ao mundo os eventos organizados pelos Gaúchos.

Vaca Parada - modalidade de crianças, atitude de campeões

           Neste domingo à tarde, na FECARS, modalidade "Vaca Parada", o Rio Grande teve uma lição, dada por um menino de dez anos. Para o Rio Grande por que o evento era transmitido pela TV Tradição via internet.
            A disputa mais emocionante foi a final dos piazitos, entre o primeiro e segundo colocado. Manoelito Carlos Savaris voltou a reforçar a importância que tem a modalidade vaca Parada nos rodeios: "Não deixem de realizar esta prova nos rodeios, pois ela além de despertar o gosto na criança por uma atividade tradicional do Rio Grande do Sul, atrai parentes e amigos para as torcidas aproximando as pessoas" - disse o presidente.
           Flávio Marcolin, diretor do departamento de narradores, agradeceu aos colegas que dedicaram seu trabalho para que a modalidade acontecesse, mesmo que, não fosse seu "forte" narrar vaca parada.


 Uma atitude de Campeão

          Eles se conheceram em Piratuba/SC, quando a seleção do Rio Grande do Sul foi para lá disputar o Rodeio Nacional de Campeões, lá Kauã Martins Bueno do PI Presilha Cruzaltense, de Cruz Alta/9ª RT e Leonardo Pereira Camelo, do CTG Estancieiros do Laço, de Caxias do Sul/25ª RT fizeram uma bela amizade.
           Kauã já havia ganhado a modalidade piazito em 2014 e, quando ficaram só os dois amigos para a disputa final, mandaram mais duas armadas e ai veio a surpresa. Kauã chamou seus pais e disse que queria desistir de disputar a final para que seu amigo Leonardo ficasse com o primeiro lugar. 
          Foram chamados os Juízes e logo em seguida dada a noticia que emocionou a todos que assistiam a modalidade: Leonardo era o 1º colocado recebendo o troféu e a vaquinha de madeira. Um exemplo que ficou para os adultos, um exemplo que ficou par a sociedade, uma atitude de um verdadeiro campeão.
          Kauã Martins Bueno, do PI Presilha Cruzaltense, de Cruz Alta/9ª RT, pode se considerar o personagem desta 27ª FECARS. "São as atitudes que fazem o homem".