sexta-feira, 18 de maio de 2018

A evolução dos bailes gaúchos - Nacos da História

           O primeiro baile gaúcho, em 1947, durante a Ronda Gaúcha no Colégio Júlio de Castilhos aconteceu nas dependências do Teresópolis Tênis Clube e foi animado por uma orquestra, por que não existia conjunto regional gaúcho.
          Paulo Roberto de Fraga Cirne, o Chapéu Preto, em sua última obra, Tradicionalismo Gaúcho Organizado, conta que várias promoções foram feitas em relação aos bailes gaúchos desde a fundação do "35" CTG, em 1948, todas inspiradas nas tradições. No princípio, estes bailes eram chamados, na época, de FANDANGOS. 
         Uma época em que aconteciam bailes quase que todos os dias, nos diversos pontos do Estado, pois tornaram-se a promoção maior, para qualquer acontecimento significativo. Até mesmo forçado por empresários de shows e bailes, que organizavam conjuntos ou caravanas artísticas, com fins comerciais.
José Portela Delavi, autor de "Para, Pedro"
         O próprio Dimas fez parte destas caravanas artísticas, que contava com nomes do regionalismo como: José Mendes(falecido em 1974, em acidente automobilístico), José Portela Delavi (falecido em 2011) e outros que surgiram através do rádio. Esta caravana foi organizada pelo empresário João Braz e por trinta dias percorreu o Estado, havendo vezes de bailes até na segunda-feira nos CTGs.
            Esta fase dos fandangos propiciou o surgimento dos conjuntos musicais que tornaram-se famosos, assinando contratos até com um ano de antecedência. Estes conjuntos acabavam gravando discos e enriquecendo a discografia gaúcha. Com a proliferação, chegou a causar um excesso destes conjuntos, o que acabou dando origem aos Bailões criando um mercado para estes conjuntos da música regionalista que não conseguiam muito espaço nas promoções tradicionalistas.

Festinil e Seminário de Cultura Gaúcha agitam a 1ª Região Tradicionalista



quarta-feira, 16 de maio de 2018

48ª Ciranda Cultural de Prendas começa nesta quinta, 17 de maio

           A cidade de Campo Bom, na região dos vales, 30ªRT, se prepara para receber a partir de amanhã, quinta-feira, um dos maiores eventos culturais do tradicionalismo gaúcho organizado, com a realização da 48ª Ciranda Estadual de Prendas do Rio Grande do Sul. A expectativa dos organizadores é que a Ciranda reúna um público de 2.500 à 3 mil pessoas, tendo como palcos o CTG M’Bororé e o Complexo CEI. As candidatas representarão 29, das 30 Regiões Tradicionalistas (RTs) do Estado, concorrendo em provas artísticas, orais culturais (escrita) e folclóricas por um dos nove títulos, em busca do tão sonhado sonho: de 1ª Prenda do Rio Grande do Sul. 

A despedida de Renata
          A jovem Renata da Silva carrega consigo um privilégio que são poucos os que conseguem. Em 2003, ao conquistar a faixa de 1ª Prenda Mirim do RS, pelo CTG Desgarrados da Querência, de Sapiranga, ela entrava para a história da 30ª RT, como a primeira a conquistar tal título, por sua região, naquela categoria. Passados 14 anos, ela repetiu o feito, desta feita para a cidade de Campo Bom e, também para a 30ªRT, como 1ª Prenda da categoria adulta. Na história de Novo Hamburgo, que hoje pertence a esta RT, no ano de 1991, a filha, do já falecido Conselheiro do MTG, Danilo Franzen, a jovem gaiteira Daniela Franzen, conquistava o título de 1ª Prenda do RS, mas naquela época a cidade de Novo Hamburgo pertencia à 12ªRT. Renata deixa um grande feito na história.

Conheça as concorrentes nas três categorias:

Categoria Prenda Adulta

1ª RT: Adileny Nunes Meneghetti / 35 CTG – Porto Alegre
2ª RT: Mirlan dos Santos Pinheiro / CTG Raízes da Tradição – Charqueadas
3ª RT: Ana Maria Kolling Lamarque / CTG Querência Crioula – Giruá
4ª RT: Pâmela de Lima da Costa / CTG Aconchego dos Caranchos – Alegrete
6ª RT: Tassya Pereira Marasciulo / CCN Sentinela do Rio Grande – Rio Grande
7ª RT: Tamara Trentini / CTG Pousada dos Tropeiros – Santo Antônio do Palma
8ª RT: Maria Eduarda dos Santos Vaz / CTG Rancho Da Integração – Vacaria
9ª RT: Andrieli Della Méa Moro / CTG Júlio de Castilhos – Júlio de Castilhos
10ª RT: Natali Legramante / CTG Grupo Nativista – Os Tropeiros Santiago
11ª RT: Alice Pagliarini Picolotto / CTG Sentinela da Serra – Garibaldi
12ª RT: Alexandra Ramos Martins / CTG Estância Gaúcha – Canoas
13ª RT: Aline Martins Linhares / CTG Farroupilhas – Santa Maria
15ª T Samantha Drower Fagundes / CTG Reminiscências – Montenegro
18ª RT: Diana Silva da Silva / DC Alma Gaúcha – Dom Pedrito
19ª RT: Daniela Bonet / CTG Sentinela Da Querência – Erechim
21ª RT: Paola Zanetti Ribeiro / CTG Fogo De Chão – Pedro Osório
22ª RT: Ana Paula Sperb / CTG Passo Dos Tropeiros – Rolante
23ª RT: Francesca Mondadori / CTG João Sobrinho – Capão da Canoa
24ª RT: Jéssica Thaís Herrera / CTG Tropilha Farrapa – Lajeado
25ª RT: Elshadday  dos Reis / CTG Herança Da Tradição – Flores da Cunha
28ª RT: Karoline Paola Teixeira Cocco / CTG Sentinela da Coxilha – Caiçara
30ª RT: Maiquéli Cristina da Silva Angeli / CTG M´Bororé – Campo Bom

Categoria Prenda Juvenil

1ª RT: Nathália Bruchiz Dias / 35 CTG – Porto Alegre
2ª RT: Milena Prockt Lopes de Ouza / CTG Vaqueanos da Querência – Butiá
3ª RT: Aléxia Marques Scaramussa / PTG João Manoel – São Borja
4ª RT: Érica Pedroso da Silva / CTG Aconchego dos Caranchos – Alegrete
6ª RT: Taiane Ávila da Silva / CTG Mate Amargo – Rio Grande
7ª RT: Nathália Yasmin Gregoski / CTG Dom Luiz Felipe de Nadal – Passo Fundo
8ª RT: Júlia Mariana Schuster de Souza / CTG Alexandre Pato – Lagoa Vermelha
9ª RT Rafaela Briato da Silva / CTG Tropeiro Velho – Panambi
10ª RT Tayline Manganeli / CTG Pedro Telles Tourem – São Francisco de Assis
11ª RT: Natália Sitnievski / CTG Herdeiros Da Bombacha – Bento Gonçalves
12ª RT: Beatriz Machado Arend / CTG Tapera Velha – São Leopoldo
13ª RT: Manoela Zanini de Matos / CPF Piá Do Sul – Santa Maria
14ª RT: Aline Spada Petter / GAN Sepé Tiaraju – Espumoso
15ª RT: Maria Eduarda Lima Souza / CTG Pelego Branco – Taquari
16ª RT: Eduarda Hartwig / GF Os Guapos De Camaquã – Camaquã
17ª RT Eduarda Cardoso De Lima / CTG Mate Amargo – Erval Seco
18ª RT: Julia Trindade Modernel / CTG Tarumã – São Gabriel
19ª RT: Laura Lais Durli / CTG Sentinela Da Querência – Erechim
20ª RT: Cristina Kunzler Diemer / CTG Missioneiro Dos Pampas – Três Passos
21ª RT: Priscila de Araujo Fagundes / CCTG Lila Alves – Pinheiro Machado
22ª RT: Marina Pereira Tejada / CTG Os Tauras da Colina – Igrejinha
25ª RT: Andressa Aparecida Heckler / CTG Negrinho do Pastoreio – Caxias do Sul
26ª RT: Letícia Conter da Cunha / CTG Sinuelo do Sul – Pelotas
27ª RT: Luana Denise Guaragni / CTG Pousada Da Serra – Nova Petrópolis
28ª RT: Emily Tomazoni / CTG Gaudérios do Rodeio – Rodeio Bonito
29ª RT: Alana Perineto Biasi / CTG Central Dos Vanz – São José do Ouro
30ª RT: Nicole Rafaela Schuh / CG Amigos da Tradição – Santa Maria do Herval

Categoria Prenda Mirim

1ª RT: Letícia Soriano Coelho Da Silva / 35 Ctg – Porto Alegre
2ª RT: Thais Alves Mietlicki / CTG Raízes Da Tradição – Charqueadas
3ª RT: Victória Allebrandt Padilha / CTG Sepé Tiarajú – Santa Rosa
6ª RT: Vitória Mendonça Prestes / CCN Sentinela do Rio Grande – Rio Grande
7ª RT: Ester Belegante Nervo / PL Pai João – Água Santa
8ª RT: Brenda Pires de Carvalho / CTG Porteira do Rio Grande – Vacaria
9ª RT: Yasmim Finger / CTG Estância do Imigrante – Selbach
10ª RT: Beatriz Fernandes Cardoso / PL Freio de Ouro – Manoel Viana
11ª RT: Ana Luiza Bessega / CTG Herdeiros da Bombacha – Bento Gonçalves
12ª RT: Gabriella de Oliveira / CTG Domadores do Rincão – Sapucaia do Sul
13ª RT: Antônia Cardoso Arend / CTG Sentinela da Querência – Santa Maria
14ª RT: Júlia Mallmann Tatsch / GAN Sepé Tiaraju – Espumoso
15ª RT Érica Weizenmann da Silva / CTG Estância Do Montenegro – Montenegro
16ª RT: Júlia Freitas Bauer / CTG Sepé Tiaraju – São Lourenço Do Sul
18ª RT: Milena Tatsch Piemolini Teixeira / DC Alma Gaúcha – Dom Pedrito
19ª RT: Aline Sczcepanik / CTG Galpão Campeiro – Erechim
20ª RT: Laura Schweigert Braseiro / CTG Missioneiro dos Pampas – Três Passos
21ª RT: Bethina Dias Henrique / CCTG Lila Alves – Pinheiro Machado
22ª RT: Larissa Tayza Gewehr / CTG Os Tauras da Colina: Igrejinha
24ª RT: Eduarda Vitória Pessi / CTG Erva Mate – Venâncio Aires
25ª RT: Vitória Müller dos Santos / CTG Negrinho do Pastoreio – Caxias do Sul
28ª RT: Lívia Possamai / CTG Gaudérios do Rodeio – Rodeio Bonito
29ª RT: Emanuelle Adona Gai / CTG Doze Braças – Sananduva
30ª RT: Maria Eduarda Menezes Prado / CTG Desgarrados da Querência – Sapiranga

Ministro da Cultura estará na capital dia 21



Juventude em debate no Gildo de Freitas, dia 22 de maio


1º FÓRUM ESTADUAL DE FOLCLORE E CULTURAS POPULARES

24, 25 e 26 de Maio de 2018
Ijuí - RS
Temática: Tradição e Folclore

Promoção:
Conselho de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul – CEC

Realização:

Município de Ijuí – Poder Executivo e União das Etnias de Ijuí - UETI

Apoio:
Ministério da Cultura – MINC RRS
Secretaria de Estado da Cultura, Esporte, Turismo e Lazer - SEDACTEL
Comissão Gaúcha do Folclore / Fundação Santos Hermann
Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG
36ª Coordenadoria Regional de Educação – CRE
Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS – UNIJUÍ
Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo de Ijuí – SMCET
Câmara Municipal de Vereadores de Ijuí

PROGRAMA
24/05/2018 - Quinta-Feira CTG Clube Farroupilha
Porf. Dra. Maria Eunice Maciel

19h – Exposição “Paixão Pelo Rio Grande” – exposição da vida e obra de João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes, no Museu Farroupilha Ijuí.
20h – Abertura Oficial do 1º FÓRUM ESTADUAL DE FOLCLORE E CULTURAS POPULARES
20h20min – Conferência com Dra. Maria Eunice Maciel – A importância da cultura na construção da identidade.
21h10min – Homenagem ao CTG Clube Farroupilha pelos seus 75 anos de história.
21h30min – Jantar típico gaúcho.

25/05/2018 - Sexta-Feira - Parque de Exposições de Ijuí

09h – Oficina para o “Financiamento do Folclore e das Pesquisas” – Marco

Aurélio Alves, Presidente do CEC e Rafael Balle – Diretor de Fomento SEDACTEL.
Local: Casa Portuguesa.
12h – Almoço.
14h – Palestra “Conceitos Básicos: Folclore/Tradição” – Octavio Capuano -
Presidente da Comissão Gaúcha de Folclore.
Local: Casa Alemã.
15h30min – Palestra “Diversidade Cultural – com base na Convenção da Diversidade” - Ivo Benfatto com a participação de Paula Simon e Renata Pletz.
Local: Casa Alemã.
16h – Palestra / Oficina “Brinquedos e Brincadeiras Folclóricas” –
20h – Espetáculo Cultural da União das Etnias de Ijuí
Local: Palco das Etnias.
21h – Jantar Típico na Casa Italiana (Filó Italiano)
22h – Encontro Cultural na Casa Sueca – Comemoração do Solstício de Inverno, com atrações culturais.
Ivo Benfatto (microfone), Octavio Capuano, Paula Simon, Renata Pletz e Dinara Paixão - Comissão Gaucha de Folclore
26/05/2018 – Sábado - Parque de Exposições de Ijuí
09h – Passeio Cultural – Visita na Obra da Sede Cultural da União das Etnias e na Estação Ijuhy.
12h – Almoço.
Rogério Bastos
14h – Palestra “Influências étnicas na formação do Povo Riograndense” – Prof. Rogério Bastos – Diretor de Comunicação da CGF.  - Local: Casa Italiana
15h – Palestra Local: Casa Afro.
16h - Encontro Local: Casa Afro.
Oficinas: Percussão e Hip-hop
17h – Oficina de Artesanato Étnico “Polônia, Suécia e Letônia na leveza das mãos” - Instrutoras Marli Siekierski, Marina Beckmann e Mariana Sala.
Local: Casa Suecos.
17h – Plenária/Encontro da Dança “Dança Folclórica na Terra das Culturas Diversificadas” – Clovis Rocha, com a participação de Marlise Nedel Machado, Pedro Darci de Oliveira e Coreógrafos da União das Etnias de Ijuí.
Local: Casa Leta.
18h – Encerramento das Atividades Oficiais do 1º FÓRUM ESTADUAL DE FOLCLORE E CULTURAS POPULARES, na Praça das Nações, com manifestação das autoridades e das entidades apoiadoras.
20h – Jantar Típico Polonês (2º Jantar do Pierog) ingressos antecipados por adesão.

Projeto institui novo regramento ao Acampamento Farroupilha

Fonte: Site da Câmara de Vereadores de Porto Alegre

            Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, Projeto de Lei, de autoria do vereador André Carús (PMDB), que institui novo regramento ao Acampamento Farroupilha, inserido nas atividades da Semana Farroupilha de Porto Alegre, no âmbito da sua realização e administração. A proposta promove uma série de alterações na Lei nº 7.855, de 25 de setembro de 1996 – que oficializa, no âmbito do Município, a Semana Farroupilha –. modificando o rol de entidades vinculadas ao evento e a atual sistemática de governança vinculadas ao poder público.

Foto: Ederson Nunes/CMPA
            O Projeto, de acordo com Carús, também tem o intuito de ampliar a participação do Executivo Municipal no rol de serviços essenciais para a realização da Semana Farroupilha, hoje limitada pela Lei Municipal. "As alterações encaminhadas no presente Projeto são necessárias por conta de uma suposta ineficiência generalizada, pois há falta de participação de outras entidades para gerir o processo de planejamento e execução das atividades relacionadas à Semana Farroupilha, que acontece no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho", explica o vereador.

             Ele acrescenta que a proposta de alteração das entidades tradicionalistas deve-se em razão da necessidade de haver transversalidade nos processos e maior transparência nas ações, "para que se possa estabelecer diretrizes para a organização, a administração e a fiscalização, em comum acordo, por parte dessas entidades e para que possa existir maior eficiência e efetividade nas iniciativas para a realização do evento".

          Essa alteração, diz o vereador, terá a inclusão de entidades escolhidas de forma paritária entre representantes que possuem notório conhecimento da cultura tradicionalista e permitirá o poder decisório paritário, em nome de uma alegada necessidade técnica e administrativa. "Ainda devido à crise financeira que o Município enfrenta atualmente, este projeto prevê a maior participação de entidades não governamentais e sem fins lucrativos, diminuindo a necessidade de investimento de recursos públicos pela prefeitura municipal, e regulamenta a atuação das entidades envolvidas.

            O projeto propõe as seguintes alterações:

Coordenação

              Os eventos artísticos e culturais promovidos anualmente durante a Semana Farroupilha, no âmbito do Município, serão coordenados pela Comissão Especial Permanente de Gestão (CEPG) e terão o apoio operacional do Executivo Municipal, por meio dos órgãos de serviços, "com o objetivo de satisfazer concretamente as necessidades essenciais à realização do evento". Havendo financiamento do Município, as atividades serão coordenadas pela Secretaria Municipal da Cultura (SMC), em conjunto com a CEPG.

             Pela legislação atual, a coordenação é da SMC, podendo ter o apoio direto do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore e do Movimento Tradicionalista Gaúcho, bem como de entidades afins, para a organização do calendário de atividades.

Entidades

             A programação a ser desenvolvida na Semana Farroupilha e a definição do calendário de atividades no período de 7 a 20 de setembro ficará a cargo da CEPG, integrada por representantes das seguintes entidades: Secretaria Municipal da Cultura; Coordenadoria da 1ª Região Tradicionalista do MTG; da Associação dos Piquetes do Parque da Estância da Harmonia e do Estado do Rio Grande do Sul; Associação dos Acampados da Estância da Harmonia (Acamparh); Instituto Cavaleiros Farroupilha; e Comissão Gaúcha de Folclore (CGF).

              Atualmente, a lei prevê que esta programação fica a cargo de uma Comissão Especial a ser designada por ato do prefeito municipal e integrada por representantes. Pelo projeto proposto, as seguintes entidades, que hoje integram a comissão especial, ficam excluídas da nova CEPG: Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF); Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG); da Empresa Porto Alegrense de Turismo SA; Câmara Municipal de Porto Alegre; Brigada Militar; Ordem dos Advogados do Brasil; Polícia Civil; Empresa Pública de Transporte e Circulação; Associação do Ministério Público do RS; Conselho Regional de Contabilidade; e Sindicato dos Compositores Musicais do RS. A proposta também exclui o item que prevê a designação de um servidor municipal, em regime de tempo integral, para exercer as funções de Secretário Executivo da Comissão no período entre 15 de julho e 30 de setembro.

Comissão Especial de Gestão

              O projeto estabelece que a Comissão Especial Permanente de Gestão (CEPG) será composta por três representantes de cada entidade, um titular e dois suplentes. Competirá à CEPG desenvolver os trabalhos de coordenação e articulação entre os vários órgãos públicos e as entidades não governamentais envolvidos direta ou indiretamente com o evento, de forma que o processo decisório seja definido em comum acordo pelos representantes legais de cada entidade que compõe o colegiado.

              As entidades deverão comprovar estar exercendo atividades relacionadas à tradição gaúcha pelo período mínimo de cinco anos e apresentar prestação de contas dos últimos 12 meses, podendo retirar-se da CEPG até o momento do ato de assinatura do Termo de Compromisso do Acampamento Farroupilha de cada gestão, situação em que os interessados em concorrer à nova vaga deverão encaminhar os documentos à CEPG para análise e decisão da próxima gestão.

              "O Município de Porto Alegre, por meio da SMC, deverá, independentemente do aporte de recursos públicos ao evento, participar com a CEPG na definição do cronograma de atividades culturais e artísticas, ficando responsável em receber a inscrição dos candidatos a acampados, de forma pública e em local e data previamente anunciados. Ficará a cargo da CEPG instituir o regramento interno e coordenar as atividades do Acampamento Farroupilha no âmbito da sua realização e administração", diz o texto do projeto.

Recursos 

              A proposta também define que a CEPG poderá receber do Executivo Municipal recursos específicos para a cobertura das despesas relativas ao custeio de alguns eventos a serem desenvolvidos durante a Semana Farroupilha. Além dos recursos orçamentários, a CEPG poderá dispor também de doações ou outras formas de apoio financeiro de empresas e entidades não governamentais. Além dos recursos orçamentários, a Comissão poderá dispor, também, de doações ou outras formas de apoio financeiro de empresas e entidades não governamentais.

              Pela legislação em vigência, o orçamento municipal deve destinar, à conta da Secretaria Municipal da Cultura, recursos específicos para a cobertura das despesas relativas ao custeio de alguns eventos a serem desenvolvidos durante a Semana Farroupilha.

Doações

              Dos recursos arrecadados por meio de doações ou por outras formas de apoio financeiro por meio de empresas ou de entidades não governamentais relacionados ao Acampamento Farroupilha, a CEPG deverá prestar contas à sociedade, por meio do Diário Oficial Eletrônico de Porto Alegre (Dopa-e) e do Portal Transparência Porto Alegre, ou de jornais de grande circulação do Município, discriminando sua origem e seu destino, até 90 dias após a realização do evento.

             A redação atual da lei prevê que, dos recursos arrecadados por meio de doações ou outras formas de apoio financeiro de empresas ou de entidades não governamentais relacionados ao Acampamento Farroupilha, a Comissão Especial e o Comitê Gestor deverão prestar contas à sociedade, por meio do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa-e) do Portal Transparência Porto Alegre, discriminando sua origem e seu destino, até 30 (trinta) dias após a realização desse Evento.

Eventos 

              Todos os eventos sobre a data farroupilha, especialmente o Desfile Cívico do dia 20 de setembro e o Acampamento Nativista na Estância da Harmonia (Parque Maurício Sirotsky Sobrinho), deverão ser coordenados ou apoiados pela CEPG.

             Atualmente, a lei prevê que esta coordenação e/ou apoio fique a cargo da Comissão Especial, diretamente ou através de sua Secretaria Executiva.

Texto: 
Carlos Scomazzon (Mtb. 7400)
Edição: 
Marco Aurélio Marocco (Mtb. 6062)

terça-feira, 15 de maio de 2018

Yangos rumo a Copa do Mundo, em Moscou

Do Rio Grande para o mundo. Grupo gaúcho lança seu quinto álbum logo após o anuncio de que foram selecionados para apresentações durante a Copa do Mundo na Rússia.

               Os jovens talentos, Tomás Savaris, Rafael Scopel, Cesar Casara e Cristiano Klein estão colhendo os frutos de um trabalho que começaram a construir, desafiando as tendências. O grupo busca construir uma musicalidade que consiga transitar pela musica latino americana, brasileira mas, mostrando que é daqui, do sul do Brasil.

             Depois da indicação ao Grammy Latino, com o álbum 'Chamamé',  de música de raízes brasileiras,  o Yangos traz uma nova proposta musical, agora de combater o estranhamento que ainda provoca a mistura dos ritmos sulistas no que se entende por música brasileira. Sem dúvida é um grande desafio.

             Hoje a noite, o Yangos se apresenta no SECS, em Caxias do Sul, em um show gratuito de lançamento da turnê e do disco, por enquanto está disponível apenas nas plataformas digitais. 

            E vem aí, a Copa do Mundo, campeonato que ocorre em diversas cidades da Rússia entre os dias 14 de junho e 15 de julho, e as apresentações do Yangos serão realizadas durante o período de jogos, na capital, Moscou.

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Pensamento do Dia....


Nota de Falecimento - Glenio Daison Gularte da Silva

           Com muito pesar que comunicamos o falecimento do tradicionalista Glenio Daison Gularte da Silva, fundador do CTG Adaga Velha, de Rosario do Sul, entidade multicampeãs do ENART (como melhor acampamento). No ano passado, Glênio havia sido homenageado pela Câmara Municipal, com a Moção de Aplauso.
 
         "Hoje o dia amanheceu triste, uma perda lastimável a ele Glenio Daison Gularte da Silva, que foi um dos fundadores de nossa entidade, grande pessoa, grande homem, pai de família e grande tradicionalista" - Texto retirado do facebook do CTG Adaga Velha.

            Que o patrão velho te receba de braços abertos e com um chimarrão pronto para uma linda prosa. E que la de cima nos guardem para seguirmos em frente. Descanse em paz amigo.

Em 2018, 230 anos do nascimento de Bento Gonçalves

            O ano de 2018 está repleto de datas importantes para serem comemoradas. Teríamos os 230 anos do nascimento do General Farroupilha e Presidente da República Rio-grandense, Bento Gonçalves da Silva (23/09/1788), os 180 anos da tomada de Rio Pardo pelos farrapos, 180 anos do Hino Farroupilha, os 180 anos do Jornal "O Povo", 160 anos do Teatro São Pedro (1858), 150 anos do Partenon Literário, 80 anos da Sociedade Gaúcha de Lomba Grande, 70 anos da Comissão Gaúcha de Folclore, do Conjunto Farroupilha e do pioneiro, 35 CTG, 20 anos do Hino Tradicionalista e da inauguração da sede do MTG.

          Um ano, sem dúvida nenhuma repleto de efemérides. Mas em especial comemorarmos os 230 anos do nascimento do grande herói farroupilha, Bento Gonçalves. O homem que os pais queriam ver padre, encilhou seu cavalo e foi para o Uruguai, para ser um militar, um guerreiro e entender a politica. Ao retornar, veio a se tornar o principal líder da Revolução Farroupilha.


           Era primavera, de 1788, na estancia da Piedade, em Triunfo, nascia, no dia 23 de setembro,  o bisneto de Jerônimo de Ornellas e o décimo filho de Joaquim e Perpetua Gonçalves: Bento. Espadachim e cavaleiro habilidoso, Bento sentia prazeres nas lidas do campo. Aos 23 anos apresentou-se  à Companhia de ordenanças de D. Diogo de Souza, que preparava a invasão da Banda oriental. Aos  26 anos casou-se com a uruguaia, Cayetana. Sua formação nacionalista se completa com a entrada para a maçonaria, no ano de 1830.

            Em 1833, como comandante da fronteira de jaguarão, Bento acabou acusado de traição pelo presidente da província, José Mariani tendo que responder na corte, no Rio de Janeiro. Lá Bento demonstrou seu poder de convencimento e, fez sua defesa, frente ao Regente Feijó, sozinho. Ao derrubar a acusação voltou para a província chefe da Guarda nacional. Em 1835, voltou a ser acusado pelo presidente da Província Fernandes Braga, que ele ajudara a colocar no poder. Foi a gota d'água, para a tomada de Porto Alegre iniciando a Revolução Farroupilha.

domingo, 13 de maio de 2018

'Domingo no CTG' divulga programação

             As entidades tradicionalistas de Guaíba irão promover, no dia 20 de maio, o “Domingo no CTG”. O evento que terá entrada franca será realizado no parque de rodeios do C T G Gomes Jardim , a partir das 9h. 

           No galpão e numa área a céu aberto equivalente a dez campos de futebol, o público vai poder assistir, em tempo real, diversas atividades ligadas às tradições gaúchas, como doma racional e oficinas de danças tradicionais. Haverá distribuição gratuita de água quente e erva-mate para o chimarrão e o almoço campeiro, ao meio-dia, terá preço promocional.

            O projeto tem por objetivo divulgar e difundir nossas tradições para toda a sociedade. O público-alvo não é apenas aquele que frequenta centros de tradições, mas especialmente, quem não conhece a nossa cultura.
"Nossa proposta é realizar, nesse parque, uma amostra de tudo o que envolve nossas tradições, em um único dia e em tempo real. Vamos montar espaços temáticos, alguns dos quais voltados para as novas gerações", explica o patrão do CTG Gomes Jardim , Sandro Quadrado.

Fernando Espíndola, do Alma Gauderia
             Assim, guasqueiros, cuteleiros e ferreiros irão demonstrar ao público como são confeccionadas peças como bainhas, facas e esporas. Quem vai apresentar as atividades serão artistas de renome na cultura regional gaúcha. A dupla César Oliveira & Rogério Melo e os pequenos artistas da Fábrica de Gateiros irão circular pelo parque, o dia todo, anunciando as atrações. Entre as oficinas disponíveis para os visitantes, está a de chula, a cargo de Fernando Espíndola, vocalista do grupo Alma Gaudéria e ex-dançarino de CTG.

             Buscando resgatar atividades muitas vezes esquecidas na era da internet e do smartphone, o parque terá um espaço dedicado a brincadeiras infantis antigas e contação de histórias. E para mergulhar as crianças nesse universo lúdico, nada menos do que o cantor Thomas Machado , vencedor da edição 2017 do programa The Voice Kids, que lerá histórias de seu livro/ CD “Filhos do Rio Grande”. O humorista Jair Kobe e seu personagem Guri de Uruguaiana também participação da atividade, assim como os irmãos Neto Fagundes e Ernesto Fagundes, que lerão histórias da revista infantil “Os Fagundinhos”.

            Por sua vez, o cantor Cristiano Quevedo fará uma oficina de vaca parada, ensinando as crianças a laçar um pequeno cavalete em madeira, que imita as feições de um boi. Ele aprendeu o esporte durante a primeira edição do reality Desafio Farroupilha, realizado pela RBS TV . Outra novidade será será a “Pousada dos Carreteiros”, a cargo da Associação dos Carreteiros do Vale do Rio Do Sinos , que vai reproduzir o ambiente de um típico acampamento de tropeiros
Artistas que gravaram a chamada, voluntariamente, e que estarão no "Domingo no Galpão" - CTG Gomes Jardim
            E que tal aprender a fazer um chimarrão? Atração especial do “Domingo no CTG”, a Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires, estará presente com toda a sua estrutura. Comidas típicas não irão faltar. A equipe “Comparsa Cabeça de Toro” vai apresentar um churrasco de cinema (foto), assado na vala, com carne de gado, porco, ovelha, linguiça campeira e frutas.

            No parque, haverá torneio de laço e demonstração de doma-racional sob o comando do “encantador de cavalos” de Osório, Valdeci de Figueiredo Nascimento . Com sua habilidade e carinho que tem pelos animais, ele consegue “adestrar" os equinos. Já os compositores Apaysanado Anomar Danubio Vieira e Rogério Villagran , com o acompanhamento musical do cantor Jari Terres , irão atuar no espaço dedicado às gineteadas. 
"Estaremos cantando para o público músicas que falam de tudo aquilo que eles estarão assistindo, na cancha", explica Jari.

             As atividades no galpão social começam às 16h, com apresentações de danças tradicionais, show com os artistas convidados e baile animado pelo grupo Herança Serrana de Santa Cruz do Sul. E uma novidade, que busca integrar o tradicionalismo gaúcho a outras manifestações culturais: um trovador irá cantar um rap, e um rapper, irá trovar. O entrevero de culturas será comandando pelos comunicadores da RBS TV, Seguidor F e Marck B, que estão gravando um especial para o Jornal do Almoço, no qual rapper e trovador se enfrentarão na chamada “Batalha dos Pampas”.

            O projeto "Domingo no CTG" é uma realização da Associação das Entidades Tradicionalistas de Guaíba, com apoio da prefeitura municipal, RBS TV, Erva-Mate Santa Emília B1 e Celulose Riograndense.
churrasco “Provinciano, o assado”, com a equipe Comparsa Cabeça de Toro
DOMINGO NO CTG   -  PROGRAMAÇÃO

7h Início da preparação do churrasco “Provinciano, o assado”, com a equipe Comparsa Cabeça de Toro. 
8h30 Abertura dos portões e começo das atividades da Escola do Chimarrão 
8h45 Provas de laço e abertura da Escola do Chimarrão.
9h Oficina de vaca parada, com Cristiano Quevedo
9h Oficinas de cordas, encilhas, cutelaria, esportes campeiros, brinquedos e brincadeiras infantis, chula (com Fernando Espíndola), danças tradicionais, indumentária e penteado para prendas (o dia todo)
9h30 Doma racional, com o “Encantador de cavalos” Valdecir Nascimento
10h Contação de histórias, com Thomas Machado 
11h Abertura oficial na cancha de laço, com a chegada da Chama Crioula e César Oliveira & Rogério Melo, Jari Terres, Cristiano Quevedo e Thomas Machado cantando o Hino Riograndense. 
11h15 Gineteadas
11h30 Degustação do churrasco “Provinciano”

12h Almoço aberto ao público, com churrasco a R$ 15,00, no galpão.

13h30 Doma Racional, com o “Encantador de cavalos” Valdecir Nascimento
14h Contação de histórias: Lessinha e seus amigos - vida e obra de Barbosa Lessa, com Catullo Farnandes.
14h Palestra sobre tropeirismo no espaço “Pousada dos Carreteiros”.
15h Contação de histórias: "Os Fagundinhos", com Neto e Ernesto Fagundes
16h Início das atividades no galpão
-Gravação da “Batalha dos Pampas” – RBS TV
-Desafio de trova com Tetê Carvalho e Capitão Faustino
-Danças tradicionais

17h Show/ baile com a Fábrica de Gaiteiros, César Oliveira & Rogério Melo, Cristiano Quevedo, Jari Terres, Guri de Uruguaiana, Fernando Espíndola, Neto e Ernesto Fagundes e grupo Herança Serrana

sábado, 12 de maio de 2018

Vem aí, um programa de rádio com o DNA da gauchada: Identidade Gaúcha

            Foi uma construção de muito tempo. Uma paixão, como é o rádio, não se solta da gente. Foram 5 anos fazendo programa, na Rural AM 1120, para o MTG, nos anos 2000, mais na rádio Santa Isabel, em Viamão. Quando Alexandre Crespo foi chamado para dar um "UP", na Rádio Rural, ele convocou um timaço na época (foto abaixo). Era a segunda vez que eramos chamados para essa lida. A primeira vez, junto com  Fraga Cirne, fizemos o Porteira Aberta, na Rádio Rural e, depois, com essa turma maravilhosa, o Domingueira.
Shana Muller, Cristiano Quevedo, Ângelo Franco, Érlon Pericles, Rui Biriva, Cesar Oliveira e Rogério Mello, Rogério Villagran, Leandro Godoy, Bagre Fagundes, Ernesto Fagundes, Edson Dutra e Os Serranos, Marcelo Drago, Beta Teixeira, Rogério Bastos, Wilson Tubino, Lairton (Marreca), Jairo Reis, Elton Saldanha, Monica Boeira, entre outros...
             Pois agora, a convite do Ricardo Fontoura, da Rádio Quero-Quero, entramos para um time muito parecido. Da ideia de Fernando Augusto Espíndola, do Alma Gauderia, nasceu o nome "Identidade Gaucha", um programa que nos identifica com a nossa pampa, com a nossa terra. Um programa com o DNA do gaúcho.

            Ao lado da Liliane Pappen Bastos, minha esposa, jornalista, designer, presidente do Instituto Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires, vamos fazer um programa de rádio para levar alegria, musica e informações para nosso povo. 

            Sempre atentos às mudanças que acontecem no meio cultural, o "Identidade Gaucha" transitará pelo tradicionalismo, pelo folclore, pelas coisas da tradição, usos e costumes do nosso povo oferecendo entrevistas, notícias e lançamentos musicais, levando aos ouvintes as novidades destes segmentos. "Querência Amada é nosso eterno hino. Iguaria campeira, do Grupo Rodeio, sucesso em qualquer tempo, mas está ai buscando seu espaço 'Pra quem tem bandeira'. Temos que mostrar. O Alma Gauderia tá ai com 'Vaneira para o Brasil', 'Louco por fandango', musicas que só quem vai a baile conhece a fundo. Temos que fazer, hoje, o que as gravadoras faziam no passado." - constatou Fernando Espíndola.

   Identidade Gaúcha

           Identidade Gaucha é muito mais que o programa. O projeto envolve e-commerce, divulgação de marca, social mídia, entre outras cosias. "O trabalho de divulgação das músicas é fundamental para o crescimento deste segmento em nosso estado. Ficamos muito tempo de braços cruzados, deixando que as gravadoras fizessem este trabalho. Quando elas pararam, não notamos. E fomos perdendo espaços. Temos de retomar esta caminhada" - disse Espíndola.

      Estreia

           O programa entrará no ar, pela web, na Rádio Quero-Quero, dia 5 de junho, às 8h da manhã, em um grande lançamento, com convidados (Que estaremos divulgando, em breve, aqui e na rádio). 

Registro de falecimento - Irineo Zanella.

             Não poderíamos deixar de registrar aqui, com enorme pesar, o falecimento do tradicionalista Irineo Zanella. Estavamos no Congresso de Cultura quando soubemos do ocorrido. Aos 63 anos, o professor titular do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), coordenador do JuvEnart, foi encontrado morto na tarde de quinta-feira, dia 10, no CTG Sentinela da Querência, de onde era patrão. Zanella era diretor do Centro de Ciências Rurais (CCR) da UFSM.

            "O Professor Zanella era o coordenador geral do JuvEnart, mas nunca tomou decisão alguma sem consultar seus pares. Sempre que consultado sobre os caminhos que deviámos tomar, respondia que nos acompanharia em qualquer direção. No JuvEnart era o primeiro a chegar e o último a sair. 
O Zanella era um homem comum, possuía os mesmos defeitos que a maioria de nós. Era nas virtudes que ele se destacava. Poucas pessoas são tão generosas e sinceras como foi Irineo Zanella. Era um realizador. Um facilitador. Um líder. Um sonhador. Um exemplo. Um amigo" - Disse Arion Pilla. 

           "Quero manifestar o meu pesar pelo falecimento do meu amigo Irineo Zanella e pedir a todos uma corrente de oração à minha amiga Marta Zanella. Que tenha força e fé para suportar esse momento de dor" - lamentou o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom.

           "Meu pai, Irineo Zanella, era um homem forte, dedicado, apaixonado pela educação e um exemplo de ser humano. Honesto, verdadeiro, pai herói, amigo parceiro de todas as horas, marido, zootecnista, excelente administrador, patrão de CTG e muito mais que só ele teria capacidade de ser em uma única pessoa" - registrou sua filha, Angela Zanella.

             Zanella deixa a mulher, Marta, que é vereadora e secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Santa Maria, e três filhos. 

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Os desafios na cultura - 3º dia do Congresso Estadual de Cultura

             O II Congresso Estadual de Cultura, que começou nesta quarta-feira,  dia 9, em Bento Gonçalves apresentou uma extensa programação com convidados nacionais e internacionais e contou com a presença do secretário de estado da cultura, turismo, esporte e lazer, Victor Hugo. Nesta sexta, dia 11, o secretario participou do painel, "Os Desafios da Gestão na Cultura", junto com Paula Mascaranhas, Evandro Soares e André Machado.


              Erika Hanssen, foi a mediadora da palestra de Zuenir Ventura, Jornalista e escritor, "1968 - O que fizemos de nós"
              O evento ainda teve diversas oficinas e, em especial destacamos "Estratégia para assessoria de imprensa", ministrada pela Jornalista Lúcia Pires, de São Francisco de Paula.
A Jornalista Lúcia Pires, de São Francisco de Paula, ministrou a oficina: "Estratégia para assessoria de imprensa"
              A Comissão Gaúcha de Folclore esteve permanentemente presente no Congresso contribuindo com o Conselho Estadual de Cultura, através de seus membros. O próprio presidente do CEC, Marco Aurelio Alves, cumprimentou a CGF pela parceria: "Agradeço a gentileza dos representantes da Comissão Gaúcha do Folclore que estiveram juntos no II Congresso Estadual de Cultura. Sabê-los juntos nos fez mais fortes" - agradeceu Alves.

            Ivo Benfatto, que é secretário da Comissão Nacional de Folclore e ex-presidente da Comissão Gaúcha, mediou o painel, "O financiamento e suas perspectivas", com Antonio Feldmann, Paulinho Peres e Rafael Balle.

            A professora Paula Simon Ribeiro, ex-presidente da Comissão Nacional de Folclore, teve a tarefa de acompanhar o ex-secretário de estado da cultura, Carlos Jorge Appel em sua palestra: "A cultura que foi e que será".

             O presidente, Octávio Capuano, fez a entrega de duas medalhas do Merito Cultural Lilian Argentina para Tarcisio Michelon e Omair Trindade. Além da jornalista, Erika Hanssen, que acompanhou Zuenir Ventura. Estiveram presentes, também, pela CGF, Rogério Bastos, diretor de comunicação, Renata Pletz, secretária e Dinara Xavier da Paixão.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Pedro Júnior lança livro "Constelação de Fonemas" durante apresentação

             Pedro Junior da Fontoura subiu ao palco na Casa das Artes em Bento Gonçalves e soltou seu verso xucro. Encantou a todos.

            O poeta porto-alegrense, Pedro Junior Lemos da Fontoura, 47 anos, é formado em letras pela Universidade de Caxias do Sul e é professor de Literatura Brasileira em Bento Gonçalves, cidade que reside. Possui sete CDs gravados e a participação em mais de uma centena de obras discográficas. Integra ao lado de grandes nomes a linha de frente da declamação e da pajada gaúcha, com uma trajetória artística que já lhe rendeu centenas de prêmios inclusive internacionais.

             Hoje ele apresentou o livro "Constelação de Fonemas", que traz  ilustrações belíssimas, assinadas pelo artista plástico canelense,  Vasco Machado, hoje residente em Caxias do Sul. O livro foi prefaciado por Colmar Duarte, Moisés Menezes e Tabajara Ruas. Pedro lembra que foi graças à leis de incentivo a cultura que conseguiu tornar concreto suas obras. Aplaudiu o Congresso e a iniciativa de debater cultura.

            "Neste livro de profunda beleza, o pajador, poeta, compositor, declamador e andarilho Pedro Junior da Fontoura atinge a maturidade, suave como esses crepúsculos da fronteira oeste, arrebatados de cor e de silencio. É uma obra que começa nos encantando com as ilustrações clássicas que o enriquecem e logo deslizam para poemas, essa 'Constelação de Fonemas', os quais nos acompanharão pela estrada a fora,altos como constelações de estrelas" ´escreveu Ruas.
Uma obra autografada do grande poeta e pajador Pedro Junior da Fontoura

Palestras, oficinas e Medalha Lilian Argentina marcaram o 2º dia do Congresso

             Um dia intenso de atividades em Bento Gonçalves. A manhã começou com o painel "A democratização no acesso a cultura" e contou com Max Roberto Guazelli, promotor público, Tarcisio Michelon, gestor de projetos culturais, Jailson Barbosa e Neimar Rodrigues, ambos do carnaval. Depois o uruguaio Alejandro Denes com a palestra "Da Revolução a Institucionalidade".
             Na parte da tarde começaram as oficinas. Enter elas uma específica ensinou a elaboração de projetos. Foi muito procurada. "Cultura e comportamento" foi o tema de um dos painéis da tarde, além da palestra de Luiz Augusto Milanesi, falando sobre a cultura como alavanca do desenvolvimento social.
             Foram entregues duas medalhas do mérito cultural Lilian Argentina, para Tarcisio Michelon e Omair Trindade. O presidente da Comissão Gaúcha de Folclore, Octávio Capuano, juntamente com sua diretoria homenageou estes dois símbolos culturais.
             "O financiamento cultural e suas perspectivas" teve como painelistas Antonio Feldmann, Paulinho Peres, da Federasul e Rafael Balle, diretor de economia da Sedactel.
             Pedro Junior da Fontoura, apresentou um grande espetáculo com seus versos e agradeceu à cultura da economia pela possibilidade de realizar sonhos.
           Todas as atividades foram supervisionadas pelo presidente do Conselho Estadual de Cultura, Marco Aurelio Alves e sua equipe.
            Com 12 anos de estrada – literalmente – o Grupo Ueba já perdeu a conta da quilometragem feita entre festivais, encontros de artes cênicas e sua incansável busca pela melhor história, melhor técnica e plateias inesquecíveis. Da criança e suas dicas aos personagens de uma peça em plena praça às mulheres vulnerabilizadas que encontraram na arte do Grupo Ueba a voz para suas angústias. Do interior do Brasil aos palcos internacionais.

            Da rua à casa de espetáculos. A inquietação, a descoberta e a criatividade tem sido parceiras de viagem em cada uma de suas 10 peças em repertório. E, na segunda noite do Congresso, o grupo UEBA apresentou, pelo FAC, as aventuras do fusca a vela.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Começou o 2º Congresso de Cultura em Bento Gonçalves

            Abertura do 2º Congresso Estadual de Cultura teve como palestra inaugural, "A cultura que foi e que será", com o ex-secretario de cultura do estado, Carlos Jorge Appel, tendo como mediadora a vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura e membro da Comissão Gaucha de Folclore, professora Paula Simon Ribeiro.

            O evento acontece nas dependências da Fundação Casa das Artes, de Bento Gonçalves, no anfiteatro Antonio Ivo da Rold. O Congresso é uma iniciativa do Conselho Estadual de Cultura, quando comemora seus 50 anos, e conta com a parceria da SEDACTEL, Fundação Pablo Komlós, Corsan, Secretaria Municipal de Cultura de Bento Gonçalves e Grande Hotel Dall'Onder.

Prenda veterana, do Paraná, lança álbum de figurinhas e faz sucesso

            Fabrine Guimarães da Silveira,  1ª Prenda Veterana do MTG-PR, natural de Ponta Grossa- Pr, professora, formada em Licenciatura em História e Licenciatura em Pedagogia, que iniciou suas atividades no CTG Coxilha do Rio São Jorge e, hoje, representa o CTG União Vila Velha, lançou um projeto inovador durante o Encontro Cultural em seu estado. Vamos saber um pouco mais sobre este projeto....

BLOG - Como esta esta gestão de prendas e peões do MTG/PR?
           Nossa gestão de prendas e peões está sendo uma gestão muito comprometida, que busca engrandecer e fortalecer nosso tradicionalismo dia a dia, através de Encontros Culturais , cursos preparatórios para os concursos de prendas do CTG's, entre outras ações.

BLOG - O que é este projeto que apresentastes durante evento ai no Paraná?
           Durante o III Encontro Cultural do MTG-PR apresentei o Projeto Meu Álbum Tradicionalista. Trata-se de um álbum de figurinhas baseado na apostila de estudos do MTG-PR,  ele contém um pouco sobre o MTG-Pr: fundação, regiões e principais eventos, também traz símbolos oficiais do Paraná e Rio Grande do Sul, Como tudo começou: grupo dos 8 e 35 CTG, Revolução Farroupilha, entre outros assuntos.

BLOG - Qual o objetivo deste projeto?
          Com este projeto espero  ajudar os peões e prendas a se prepararem para os concursos , de forma mais divertida e interessante,  que também possa trazer conhecimento sobre o MTG-PR, sobre o Paraná e Rio Grande do Sul para todos que o adquirirem,promover a integração entre todos os que participam do nosso movimento através das trocas de figurinhas e por fim ajudar duas Entidades Assistenciais: Odilon Mendes e Asilo São Vicente de Paulo.

BLOG - Qual o planejamento para a gestão?
           Pretendo na minha gestão aproximar cada vez mais as pessoas, havendo uma integração maior entre os CTG's do Paraná, fortalecer cada dia mais a nossa Invernada Cultural e trazer mais e mais participantes para dividirem os conhecimentos que adquirimos nos nossos estudos.
            Fabrine confeccionou duzentos álbuns, dos quais comercializou quase cinquenta no primeiro evento. Algumas cidades estao comercializando como Maringá, Cafelândia, Curitiba e outras logo receberão, como Toledo e Cascavel.