sábado, 24 de julho de 2021

Taquara realiza sessão solene em homenagem aos 60 anos da Carta de Princípios

     Nessa quinta-feira (22), a Câmara Municipal de Taquara realizou Sessão Solene em homenagem aos 60 anos da Carta de Princípios do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). O Presidente do MTG, Manoelito Carlos Savaris, acompanhado de sua esposa, Odila Paese Savaris, prestigiou a homenagem ao documento que rege o tradicionalismo gaúcho organizado. Estiveram presentes, também, a Coordenadora da 22ªRT, Carla Behs, o patrão do CTG O Fogão Gaúcho, Auro Sander, e os Conselheiros Marco Aurelio Angeli e Ricardo Haag, além de vereadores e alguns tradicionalistas, visto que a sessão ocorreu de forma semipresencial, com público inferior a 50 pessoas, mas com transmissão da TV Câmara.

    O presidente da Câmara, vereador Adalberto Soares, fez referência aos 60 anos da Carta e lembrou que o período é de recesso parlamentar, mas devido à data ser um marco histórico do documento mais importante do MTG, a realização da sessão era importante e necessária. Soares destacou a relevância da Carta de Princípios: “Ela serviu e ainda serve como base moral para todas as organizações tradicionalistas envolvidas nessa função de manter vivas as memórias da cultura gaúcha, tão importantes para nossa história” - afirmou.

    A prefeita Sirlei Silveira lembrou a importância do trabalho conjunto do tradicionalismo gaúcho com o poder público oportunizando aos jovens e crianças a escolha de bons caminhos, resgatando valores de uma vida digna, em busca de uma sociedade saudável e com princípios.

    Emocionada, a coordenadora da 22ªRT, Carla Behs, lembrou do acendimento da Chama Crioula nacional, em 2011, realizada em parceria com a Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha (CBTG), comemorativa aos 50 anos da Carta de Princípios. Disse ainda que a juventude continua atenta, dez anos depois, estudando a cláusula pétrea dos estatutos do Movimento com muito empenho, usando as novas tecnologias: “Nossos jovens estão realizando o 2º Fórum Tradicionalista pela internet, para debater o documento e trocar informações nas lives durante toda semana de comemorações” – destacou.

    O presidente do MTG, Manoelito Savaris, cumprimentou as autoridades, relembrou o parceiro e colaborador dedicado José Roberto Fischborn, que recentemente faleceu, e fez um breve histórico sobre a criação do CTG O Fogão Gaúcho e do Congresso que aprovou a proposição que criou a Carta. “Glaucus Saraiva foi muito perspicaz ao compilar os grandes debates dos Congressos, desde 1954, para poder compor os itens apresentados em 1960 e aprová-los, definitivamente, em 1961, em Taquara” – lembrou Savaris. Agradeceu o empenho dos poderes constituídos, da comunidade taquarense, das entidades tradicionalistas e da 22ªRT para conduzir as atividades comemorativas, e destacou o slogan citado nas falas anteriores, reafirmando Taquara como o berço da Carta de Princípios: “Tenham orgulho em dizer isso, pois vocês merecem esse reconhecimento” – afirmou o presidente.

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Carta ao Rio Grande - Documento emitido pelo MTG

      O Movimento Tradicionalista Gaúcho, que teve origem na fundação do 35 CTG, em abril de 1948, é uma federação de entidades tradicionalistas, criado oficialmente em 28 de outubro de 1966, portanto, prestes a completar 55 anos de existência.

     O MTG, por si ou por seus filiados, realiza, desde o final da década de 1950, rodeios, festas campeiras, festivais e uma série de eventos que movimentam milhares de pessoas anualmente e respondem por significativa parcela da economia do estado. A “cadeia produtiva” do tradicionalismo gaúcho é responsável por milhares de empregos diretos e indiretos e contribui significativamente com a arrecadação de impostos por parte dos governos.

     Sob o ponto de vista da cultura, da identidade regional, do orgulho de pertencimento da sociedade ou da preservação de importantes aspectos sociais atinentes aos valores e princípios que caracterizam o gaúcho, há consenso de que o MTG tem grande importância.

     Nesta quadra da vida, enfrentamos todos um ambiente de incertezas, de lamentos pelas perdas humanas, de sofrimento pela falta de comida na mesa, de intolerância política, de incompreensão do que sejam direitos individuais e garantias sociais. Mas também vemos renascer a esperança e florescer o otimismo diante do avanço da vacinação contra o vírus dessa pandemia medonha e da diminuição dos casos de contaminação e mortes.

     Diante de tudo isso, o Conselho Diretor do MTG, representado pela sua presidência, se manifesta publicamente, esperando que esse brado chegue aos mais longínquos rincões gaúchos, ocupe espaço nas mesas dos dirigentes políticos e mobilize todos quantos com ele comungam, para que possamos, de forma responsável, contribuir para à volta da vida social o mais próximo possível da normalidade.

     Estimulamos e apoiamos a retomada de todos os eventos tradicionalistas!

    Rodeios, festivais, festas campeiras, torneios de laço, apresentações artísticas, concursos, congressos, convenções, conferências, cavalgadas e tudo o mais que movimenta a cultura regional, que mobiliza famílias, que “faz a roda girar”, que faça os CTGs funcionarem, devem ser gradativamente e responsavelmente retomados.

    Confiamos nos tradicionalistas que respeitarão os protocolos de segurança sanitária, confiamos nos dirigentes políticos e suas capacidades de bem gerenciar e equalizar temas complementares (jamais antagônicos) como SAÚDE, ECONOMIA e CULTURA.

     A todas as patronagens de entidades filiadas, concitamos que busquem junto às prefeituras municipais o apoio e a parceria para a realização, da melhor forma, dos eventos do calendário tradicionalista. De parte do MTG haverá o necessário apoio.

    Por fim, fazemos um apelo para que cada município, cada localidade, cada cidadão gaúcho faça tudo o que for possível para que os Festejos Farroupilhas de 2021 sejam realizados. Se não pudermos fazer tudo o que a data merece, faremos tudo o que for possível para merecer o respeito da história.

Porto Alegre, 23 de julho de 2021, na comemoração de 60 anos da Carta de Princípios do Tradicionalismo Gaúcho Organizado.

Manoelito Carlos Savaris
Presidente

Nota de Falecimento - Tropeiro Adão Manoel dos Reis

 

Foto e mensagem enviadas pela 30ªRT
É com grande pesar que comunicamos o falecimento do tropeiro Adão Manoel dos Reis, ou simplesmente  “ Adão Preto”, da 30ªRT.

Adão Preto, que na sua simplicidade soube conquistar a todos por onde passou, pois desde jovem já tropeava nos campos de cima da serra, foi tropear na grande estancia do céu.

Outorgado com a Medalha de Mérito Farroupilha, pela Assembleia Gaúcha, sempre a ostentava no peito. Mas o seu maior orgulho sempre foi o fato de ter contribuído com a historia e crescimento econômico  do Rio Grande com sua primeira profissão: a de Peão Tropeiro.

Nosso carinho e nossa solidariedade aos familiares e amigos.

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Documentário sobre Noel Guarany estreia dia 23 de julho na internet

      Partindo do cancioneiro de Noel Guarany é possível conhecer a identidade missioneira e indígena que formou o povo gaúcho. É disso que trata o documentário Minhas Andanças – Noel Guarany, que surgiu de um projeto de pesquisa de David Cunha. 

     Feito de forma independente, sem financiamento público ou privado, o filme conta a trajetória do artista com entrevistas e reportagens, e com depoimentos de familiares e amigos que lembram causos e histórias da vida de Noel. O documentário resgata, ainda, o contexto da época, sobretudo o período de mobilização social pela volta da democracia no Brasil. Destaque também para as músicas desse missioneiro que estão marcadas no cancioneiro gaúcho.

     O lançamento do documentário será no dia 23 de julho (sexta-feira), às 20h, no canal Gadea no YouTube (bit.ly/MinhasAndanças). Antes da estreia, às 19h, tem bate-papo virtual ao vivo com Laura Guarany, filha de Noel, o diretor do filme Tiago Rodrigues e o pesquisador David Cunha.

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Secretário Gunter Axt recebe o presidente do MTG


     Em reunião na manhã desta terça-feira, 20, o Secretário da Cultura de Porto Alegre, Gunter Axt, recebeu o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Manoelito Carlos Savaris, para conversar sobre as comemorações do bicentenário de Anita Garibaldi. Esteve presente o cantor, compositor e jornalista Elton Saldanha, coordenador de música da Secretaria e presidente da Comissão Municipal dos Festejos Farroupilhas.

     Savaris fez um relato das ações desenvolvidas pelo Instituto Anita Garibaldi, de Santa Catarina, que prevê, durante as comemorações, o plantio da “Rosa de Anita”, espécie híbrida especialmente criada para esta ocasião e que será plantada pelo mundo. “A ideia é plantá-la por onde Anita passou. E, aqui na capital, pensamos em destinar o plantio na Praça Garibaldi e, para isso, buscamos apoio da Prefeitura Municipal e, também, da Assembleia Legislativa”, afirmou. O Secretário concordou e confirmou a parceria sugerindo, ainda, que seja plantada no terreno do museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo (Solar Lopo Gonçalves).


segunda-feira, 19 de julho de 2021

Biblioteca do CTG Caudilho Guaibense recebe o nome do jovem Felipe


      Era mais um domingo de agosto de 2012, dia 5 pra ser mais exato, quando veio a notícia de Alvorada, onde acontecia o Rodeio do CTG Amaranto Pereira, que o 2º Guri Farroupilha da 1ªRT havia falecido. O Jornal Eco da Tradição já estava fechado, em fase de revisão, mas abrimos um espaço especial, para comunicar o falecimento do jovem Felipe Pereira, logo após a sua apresentação junto à invernada juvenil do CTG Caudilho Guaibense. Felipe tinha 16 anos e já fora Guri Farroupilha da 1ª RT, em 2010/2011, concorrendo no estado em Monte Belo do Sul. Detentor de um talento formidável, cantava e encantava com sua voz, além de ser extremamente brincalhão, fato que o levou a ter centenas de amigos, que estiveram em sua última homenagem, na fria noite do dia 5.

    Relembramos essa triste passagem para dar uma boa noticia. O CTG Caudilho Guaibense, que tem a sua frente o patrão Jairo Bonermberg, nomeou a biblioteca da entidade com o nome do jovem Felipe Pereira. Estiveram na cerimonia os familiares, como o pai, a mãe e os irmãos, Ilma e Rafael Pereira.

   "Não há palavras para expressar esse carinho tão grande, as homenagens com o canto e a poesia que ele interpretava estavam lindas... Eu, a mãe, o Pai e a Ilma somos gratos por tudo, pois o Felipe sempre será eterno nos nossos corações" - disse emocionado Rafael.


Saberes & Fazeres, o folclore em foco. Veja programação até o final do mês

 





sábado, 17 de julho de 2021

MTG lança Projeto João de Barro para captação de recursos

Parceria com o Gabinete do Deputado Neri, o carteiro permitirá a capacitação de pessoas para ler, interpretar colocar em ação editais, além de desenvolver projetos e captar recursos

     O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG-RS) lança o Projeto João de Barro – Captando Recursos e Construindo Projetos. A iniciativa da nova diretoria tem por objetivo auxiliar as bases: as entidades e as 30 regiões tradicionalistas. O curso será oferecido em parceria com o gabinete do deputado estadual Neri, o Carteiro, que tem mostrado grande comprometimento com as causas sociais e culturais, visto que também tramita um projeto de Lei, com iniciativa do parlamentar, para criar a Semana do Folclore e, após a visita do presidente do MTG, disponibilizou sua assessoria para ajudar os CTGs, Piquetes e Rodeios neste período de reestruturação pós pandemia.

     A primeira edição acontecerá nos dias 31 de julho e 01 de agosto na sede do Movimento (Rua Guilherme Schell, 60, Porto Alegre). “Estamos focados em reunificar o nosso Movimento e fortalecer as entidades e regiões tradicionalistas que tanto sofrem com os efeitos da pandemia. Fazendo valer a essência do João de Barro, ave símbolo do trabalho e que dá vida à nossa sede, queremos nos inspirar neste pássaro batalhador e inteligente para construir um Movimento ainda mais forte e unido”, garante Anderson Hartmann, Diretor do Departamento de Formação Tradicionalista e Aperfeiçoamento do MTG.

Da gratuidade do curso

 

Deputado Estadual Neri, o Carteiro
  A oficina gratuita somente foi possível devido a parceria com o gabinete do deputado Neri, o carteiro, e oferece certificado de participação aos que obtiverem frequência mínima de 75%. Em cerca de 14 horas serão repassadas noções básicas sobre políticas públicas, formatação de projetos, fontes de financiamento, além de uma atividade prática de elaboração de projetos do interesse de cada entidade. “Embasados na nossa Carta de Princípios que tem por objetivo auxiliar o Estado na solução dos seus problemas fundamentas e na conquista do bem coletivo, nossa intenção é que esta capacitação seja um divisor de águas, um ritual de passagem entre dias difíceis e dias de abundância. Queremos oferecer as ferramentas necessárias para que todos os tradicionalistas, que também são membros da sociedade civil, possam criar novas possibilidades e ajudar a transformar este mundo pós-pandemia cheio de desafios”, assegura Renata Pletz, Vice-Presidente de Cultura do MTG.

O Palestrante

     Cedido pelo gabinete do deputado Neri, o carteiro para esta atividade, o curso será ministrado pelo psicólogo e assessor parlamentar Marco Aurelio Alves, que já foi presidente do Conselho Estadual de Cultura e do Instituto Brasileiro da Pessoa e especializou-se em Elaboração de Projetos e Captação de Recursos pela Unesco, além de já ter atuado como professor no Chile e estudando também nos Açores, em Portugal.

    Em função das limitações vigentes estabelecidas pelos protocolos sanitários de distanciamento, nesta primeira edição cada região tradicionalista com até 50 entidades filiadas terá direito a uma vaga. E as coordenadorias que possuírem número superior a 50 entidades filiadas, duas vagas. Na edição de Caxias do Sul, serão pelo menos duas vagas por região. E nas edições dos demais munícipios, todas as entidades e as 30 regiões poderão se inscrever (mesmo que o curso seja em outra região). As inscrições devem ser feitas diretamente na Secretaria do MTG pelo (51) 985.949.991 ou secretaria@mtg.org.br e precisam ser feitas impreterivelmente em no máximo 7 dias antes da realização de cada edição. Em contrapartida à gratuidade da capacitação, solicita-se que cada participante traga uma iguaria típica de sua região para a realização de um café campeiro.

Agenda de cursos:

31/07 e 01/08 – Porto Alegre (MTG)
28 e 29/08 – Caxias do Sul
04 e 05/08 – Portão
11 e 12/08 – São Sebastião do Caí
18 e 19/08 – Lagoa Vermelha
25 e 26/08 – Três Coroas
01 e 02/09 – Antônio Prado
08 e 09/09 – Garibaldi
15 e 16/09 – Torres
22 e 23/09 – Montenegro

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Reunião em Marau trata do Enecamp

     O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) Manoelito Carlos Savaris, esteve reunido na prefeitura de Marau para as tratativas do Enecamp - Encontro Estadual de Esportes Campeiros e Aberto dos Esportes, que teve a sua última edição na cidade. 

     O 4º Enecamp aconteceu nos dias 08, 09 e 10 de novembro de 2019, simultâneo ao 28º Aberto de Esportes, mas no ano seguinte a 5ª edição não aconteceu devido o cancelamento dos eventos devido a pandemia de Covid-19.

     Estiveram na reunião o vice-patrão do CTG Felipe Portinho e ex-presidente da Comissão Executiva do Enecamp, Dilceu Rizzoto, a Vereadora Adriela Balotin Tonin, a Coordenadora da 7ª RT Vanderlea Nervo, o vice-presidente de Esportes Campeiros do MTG, Claudemir Bresolin, o prefeito de Marau, Iura Kurtz, Josiane Bedin, Secretária de Cultura Esporte e Lazer, Manoelito Carlos Savaris, presidente do MTG, Madeline Zancanaro, vice-presidente Artística do MTG e Jovino Segala, Patrão Conselheiro do CTG Felipe Portinho. “Alinhamos alguns detalhes sobre a realização da próxima edição do Enecamp, visto que a cidade se interessa pelo evento e logo deveremos retomar as atividades, seguindo os protocolos exigidos” – ponderou Savaris.

CTG Cel. Thomaz Luiz Osório tem nova patronagem


 "O ciclo da vida leva a mudanças para ajuste na nossa caminhada.  Nesse novo ciclo desejo a ti meu amigo Marcelo força e fé para continuar o caminho que estávamos traçando em prol do melhor para nosso Thomaz."

                     Ana Paula Boanova
                   Patroa de 2019 a 2021.

    Com estas palavras a Patroa Ana Boanova se despediu da gestão comandando o CTG Thomáz Luiz Osório, de Pelotas. Assume a entidade o novo patrão e seu grupo de trabalho, Marcelo Crizel.

     "Conheci o Tradicionalismo e o Cel Thomaz Luiz Osório através de minha namorada hoje esposa
Laila, já que sua família participava assiduamente do TLO. Voltamos para a entidade para que nossos filhos também conhecessem a sensação de crescer dentro de uma entidade Tradicionalista com todas as coisas boas que essa convivência pode proporcionar
. Dentro do Thomaz fui Posteiro de Invernada, Agregado das Pilchas e Capataz, mas ainda tenho muito a aprender" - disse Crizel. "Conto com todos os Thomazianos para que juntos possamos sair dessa Pandemia elevando nossa entidade,  e que mais jovens possam aprender e conhecer nossa cultura e raízes Thomaziana" - concluiu.

     A gestão irá até 2022 e tme como meta principal retomar as atividades trazendo de volta seus associados e simpatizantes para que a entidade consiga desenvolver seus projetos.

Presidente do MTG é recebido pelo presidente da Assembleia Gaúcha


     O presidente do MTG, Manoelito Carlos Savaris foi recebido nesta quinta-feira, 15, pelo presidente da Assembleia legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Deputado Gabriel Souza (MDB). Na oportunidade estiveram presentes na reunião o coordenador da 30ªRT, Carlos Moser e o Deputado Estadual Clair Kuhn (MDB).

Foto: Joel Vargas
   Savaris propôs à Assembleia Gaúcha, a realização de uma conferência virtual com a participação da Diretoria Executiva do MTG, Conselho Diretor e dos 30 coordenadores regionais, representando mais de 1.700 CTGs espalhados pelo estado, com o objetivo de mostrar brevemente dados da cadeia produtiva da cultura tradicionalista. “Queremos proporcionar um contato das coordenadorias regionais com os deputados que, de forma plural, representam uma substancial parcela da sociedade gaúcha no segmento cultural” – afirmou Savaris.

     A conversa também abrangeu uma retomada do galpão crioulo da Assembleia, criado em 2001, como sede do tradicionalismo gaúcho brasileiro, que teve em sua criação a participação do saudoso Cel. Celso Souza Soares, relembrado também pelo dep. Clair Kuhn, que recordou ter uma dívida moral com o ex-presidente da Orcav. “O Celso me disse, ainda quando era um jovem prefeito, que eu deveria concorrer a Deputado. Eu lhe respondi que se fosse, faria uma cavalgada até Porto Alegre. Devo isso e pretendo pagar” – contou emocionado Kuhn.


Visita ao Deputado Faisal Karam 

     No horário seguinte, logo após audiência com o presidente da Assembleia, Savaris e Carlos Moser dirigiram-se ao gabinete do Deputado Faisal Karam, que foi prefeito de Campo Bom, cidade pertencente a 30ªRT, que Moser coordena.

    Em uma conversa bastante descontraída relembraram a Festa Campeira do Rio Grande do Sul realizada em Campo Bom, no ano de 2013. “Choveu durante todos os dias do evento, mas não alterou a rotina das provas no Parque dos Trabalhadores” – lembrou o deputado. Moser elogiou muito a administração de karam no município, que sempre apoiou a cultura, em especial o tradicionalismo. 

    Savaris falou sobre a preocupação com as entidades tradicionalistas de todo estado que precisam retomar as atividades quando houver a liberação pelas autoridades competentes, seguindo os protocolos exigidos, mas que tiveram seus galpões fechados por muito tempo.  As estruturas físicas destes estão com sérios comprometimentos. “Retomar as atividades, mesmo que bem devagar, os CTGs têm essa força. O que nos preocupa é a estrutura física, o telhado, o tablado, entre outras partes, que são caras para reforma” – lamentou. Karam como ex-prefeito e totalmente ligado as atividades culturais e a educação colocou-se à disposição, pois entende os benefícios que a tradição traz para a sociedade.


Noticias do Movimento Tradicionalista Gaúcho


 Junta Fiscal do MTG se reúne na sede

     Órgão fiscalizador da administração econômico-financeira do MTG, a Junta Fiscal recentemente eleita reuniu-se na sede da federação nesta quarta-feira, 14, para examinar os livros, documentos e balancetes da tesouraria e tomar ciência da atual situação da entidade.

     O presidente, Adão Celir da Motta, escolhido por seus pares, para comandar o grupo composto por ele, João Carlos Silva Da Luz e Marco Aurelio Angeli, como membros titulares e José Francisco Garcia Lopes, Alexandra Ribeiro Bini e Jorge Wagner Alvares Ribas, como suplentes ponderou sobre este primeiro encontro: “Nos reunimos para promover um encontro presencial dos componentes da Junta. E, aos poucos, ir tomando conhecimento da situação financeira e contábil do MTG. Também aproveitamos para estudar os necessários ajustes no Regulamento Geral para todo o universo administrativo financeiro do MTG, com abrangência às Regiões Tradicionalistas” – disse Motta. “Mas tudo dentro do seu tempo e foro competente para cada ação. Foi um encontro muito proveitoso de retomada das nossas ações, aprendizagens e confraternização” - concluiu.


As visitas dos coordenadores continuam

     Desde o início da gestão, Manoelito Savaris tem recebido cada um dos coordenadores regionais na sede da entidade, para reuniões individuais. O objetivo é ouvir as demandas de cada Região Tradicionalista e expor os planos da nova diretoria. “Sempre que somos procurados pelos representantes regionais atendemos e não deixamos sair sem uma resposta, pois eles são a descentralização do MTG e eles chegam na base. Os coordenadores conhecem os problemas locais, o que facilita buscar soluções” – ponderou Savaris.

    Esta semana estiveram na sede do MTG os coordenadores da 23ª (Rozimar Ferreira), da 30ªRT (Carlos Moser) e da 9ªRT (Ana Claudia da Silva). A agenda para próxima semana inclui 7ª, 8ª, 24ª, 3ª, 13ª, 18ª, 22ª, 17ª, 20ª e 28ª.


terça-feira, 13 de julho de 2021

ACL promove novo painel literário sobre Bicentenário de Anita Garibaldi

  


   A Academia Catarinense de Letras promove no dia 15 de julho, às 19 horas, uma nova edição do Painel Literário, como o tema “A Anita Garibaldi dos livros”. Moderado pelo professor e acadêmico José Isaac Pilati (cadeira 14), o evento, transmitido ao vivo pela internet (https://youtu.be/hRpWF2Eco-U), terá como painelistas o jornalista Paulo Markun e o historiador Adílcio Cadorin.

     Paulo Markun nasceu em São Paulo, em 1952. Jornalista profissional desde 1971, já foi repórter, editor, comentarista, chefe de reportagem e até mesmo diretor de redação em emissoras de televisão, jornais e revistas. Por dez anos, apresentou o Roda Viva da TV Cultura, o mais antigo e respeitado programa de entrevistas da TV brasileira. Presidiu o Santacine, Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de Santa Catarina e a Fundação Padre Anchieta, responsável pela gestão da TV Cultura, Univesp TV, Multicultura, Cultura Brasil e Cultura FM.

     Criou veículos de comunicação (Pasquim São Paulo, Imprensa, Radar, Deadline, Jornal do Norte). Foi consultor da Unesco na reformulação da TV Escola do MEC. Recebeu vários prêmios como comunicador e escritor. É autor de dezoito documentários e quinze livros, entre eles Anita Garibaldi, uma heroína brasileira, Editora Senac, 1999, lançado também na Itália e finalista do prêmio Jabuti.

     Adílcio Cadorin nasceu em Urussanga. Ex-prefeito de Laguna (PFL), é advogado e historiador. Como prefeito criou o evento "A Tomada de Laguna", uma encenação ao ar livre da batalha épica da Revolução Farroupilha que, sob o comando de Giuseppe Garibaldi, invadiu a cidade e ali proclamou a República Juliana.

     É autor de Anita - A guerreira das repúblicas (Editora Best Seller), biografia da heroína Anita Garibaldi. Escreveu também Tordesilhas - Muito mais que um tratado, sobre as motivações de Portugal e Espanha para celebrarem o tratado e as consequências no Brasil, e Os botos de Laguna, que relata a simbiose entre os golfinhos e os pescadores de Laguna. Sua mais recente obra é Laguna Terra Mater, uma revisão da história da cidade e sua importância no processo de ocupação e alargamento da fronteira sulista do Brasil.

domingo, 11 de julho de 2021

Vem ai o III Rodeio Artístico e Cultural nacional de Abdon Batista/SC

     Estão abertas as inscrições para a Semana de Estudos em Folclore e Tradição do Rodeio Nacional de Abdon. "Qualquer dúvida podem entrar em contato" - Disse Giovani Primieri.

 https://rodeioabdonbatista.com.br/semana-folclore-e-tradicao/

    A programação está no site do rodeio também.

   Somente poderá ter acesso ao evento quem se inscrever e participar. Não haverá transmissão para além dos presentes na sala virtual.








Datas marcantes - 24 anos sem o Xirú Divertido, Dimas Costa

 

     Em 11 de julho de 1997, morria o grande poeta bageense, escritor e apresentador de programas de radio e TV, Dimas Nogues Costa. 

     O xiru divertido, como era conhecido, foi apresentador de programas regionalistas no rádio e na televisão. Apresentou, na Rádio Farroupilha de Porto Alegre, nos anos 50, os programas Festança na Querência (com Paixão Cortes), Céu e Campo, Entardecer na Querência, Pelos Caminhos do Pago, Alma do Rio Grande (com Paixão cortes). Em 1957 apresentou ao lado de Darcy Fagundes o Grande Rodeio Coringa.

     Compositor musical nativista, é autor do conhecido "Parabéns crioulo", em parceria com Eleu Salvador. Teve atuação no cinema voltado também a temas regionalistas.

Pajador do Brasil, documentário mostra a trajetória internacional de Paulo de Freitas Mendonça

       A SPN Produções lançou no dia 4 deste mês, o documentário que registra parte importante da trajetória internacional de Paulo de Freitas Mendonça, como pajador.

      Conhecido internacionalmente como “Pajador do Brasil”, Mendonça atuou pela primeira vez no exterior, em 1982, no Uruguai. Depois passou a ser requisitado em diversos países americanos e europeus, sendo que está às vésperas de completar 40 anos desta carreira exitosa e sem fronteiras.

      O pajador rio-grandense possui reputação elogiável no ambiente dos improvisadores do mundo e perante o público de diversos países. Se tornou reconhecido por sua veia poética e seu dom de improvisar, mas também por seu trabalho de pesquisa e seus estudos sobre o assunto em âmbito universal. É um dos poucos autores no mundo com trabalho científico publicado com esta amplitude sobre a poesia oral improvisada. Em virtude disso, já apresentou palestras em inúmeras universidades e incontáveis congressos, seminários e jornadas sobre improvisação nos continentes americano e europeu, passando a ser respeitado por isso. Possui textos de sua autoria em livros no Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Cuba, México, etc. Também participa de discos em diversos países. Mendonça tem realizado contrapontos com a imensa maioria dos mais importantes improvisadores do mundo, levando a cultura gaúcha e brasileira aos mais distantes recantos do planeta. 

   O documentário relata algumas passagens desta caminhada, demonstra o longo caminho percorrido pelo pajador no decorrer destes anos, levando o nome do Brasil a diversos dos mais importantes palcos da poesia oral improvisada do mundo, porém ressaltando sempre o Rio Grande do Sul e salientando a cultura gaúcha como um fundamental signo da formação étnico-cultural dos povos do sul do país e, também, sem nunca esquecer o seu rincão natal. A cidade de São Pedro do Sul é citada em entrevista, como uma região onde o verso improvisado é pulsante, da mesma forma, é salientada em improvisações gravadas ao vivo, como o pago do Pajador do Brasil.

     Nos 52 minutos do audiovisual, se aprecia depoimentos de 49 intelectuais de diversos países, intercalando com imagens e atuações no exterior e no Brasil. Todos os relatos são legendados em português, exceto as atuações artísticas ou estrofes recitadas que são legendadas no idioma original, mesmo quando há a mescla dos dois idiomas ibero-americanos, chamado carinhosamente de “portunhol”. 

    A maioria dos depoimentos é feita de relatos espontâneos de improvisadores internacionais que estão acostumados a dividir palco com o Pajador do Brasil e já fazem parte de seu círculo de amizades, além de quatro pajadores brasileiros que viajaram com Paulo para o exterior. Contudo há também de outros intelectuais que analisam o trabalho por outro ângulo, a exemplo do pesquisador e poeta Abel Zabala, da Argentina, do professor e poeta César Huapaya Amado, do Perú, do professor e poeta Moisés Silveira de Menezes, do Brasil e do professor doutor da Real Academia das Nobres Artes da Espanha, Manuel Galeote, entre outros. 

     O documentário Pajador do Brasil é fruto de um projeto aprovado pela SPN Produções, no Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, da Fundação Marcopolo, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura - SEDAC RS – “Novas Façanhas na Cultura” – Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo - Governo Federal, através dos recursos da Lei 14.017/2020 – Aldir Blanc.

Serviço:
O que: documentário Pajador do Brasil
Sobre: trajetória internacional de Paulo de Freitas Mendonça
Quanto: 52 minutos
Quem: SPN Produções 
Como: português e espanhol 
Acessibilidade: Legendado e traduzido para Libras
Financiamento: Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, da Fundação Marcopolo em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura - SEDAC RS – “Novas Façanhas na Cultura” – Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo - Governo Federal, através dos recursos da Lei 14.017/2020 – Aldir Blanc. 

sábado, 10 de julho de 2021

Prefeito José Otávio recebe o novo presidente do MTG, Manoelito Savaris

 

   O prefeito José Otávio Germano recebeu nesta sexta-feira (09) a visita do novo presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Manoelito Savaris. O principal assunto do encontro foi o 32º Entrevero de Peões do Rio Grande do Sul, que estava previsto para acontecer em abril de 2020 em Cachoeira do Sul, mas acabou sendo cancelado devido a pandemia da Covid-19. O município é sede do evento por ser daqui o atual peão do Estado, Micael Feliciano Machado Lopes.

     Savaris explicou que o MTG precisa promover em breve um novo concurso de peões, já que principalmente na categoria de pia e guri, eles precisam obedecer uma idade limite para participar destas categorias onde conquistaram seus crachás. No entanto, ele afirma que entende o momento de restrição devido a pandemia e por este motivo a entidade vem propondo a realização de uma escolha em formato diferente, com provas por região para definir os novos peões regionais e também estaduais, sem a realização neste momento do evento festivo.

     O prefeito José Otávio enfatizou que pretende ainda que o evento seja realizado em Cachoeira, cidade onde foi feito o primeiro Entrevero de Peões do Estado. A proposta de José Otávio foi de que o MTG mantenha sua ideia de promover um novo concurso, mas que Cachoeira seja mantida como sede do evento em abril de 2022. Manoelito se comprometeu em levar a proposta de Cachoeira aos coordenadores regionais na próxima semana e depois ao conselho diretor no próximo dia 18.

     Participaram do encontro: o coordenador e vice da 5ª Região Tradicionalista (RT), Luiz Clóvis Vieira e Pedro Elci Bica da Rosa, do vice-presidente da Associação Tradicionalista e Cultural de Cachoeira do Sul (ATC) Ubiratan Freitas da Silva e o patrão do PL Delfino Carvalho, Mauro Santos, o Procurador Jurídico do Município, Hélio Garcia Júnior e o secretário e o diretor de Desportos, Eduardo Marzall e Maicon Paschoal.

Fonte: Site oficial
Prefeitura de Cachoeira do Sul

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Deputado Neri, o Carteiro entrega o protocolo do Projeto de Lei da Semana do Folclore

 

(E) Presidente da CGF Rogério Bastos, Deputado Neri e Marco Aurelio Alves (D), vice da CGF


      O Deputado Neri, o Carteiro protocolou na Assembleia Legislativa o PL 184/2021 que institui a Semana Estadual do Folclore no Rio Grande do Sul e entregou o documento ao presidente da Comissão Gaúcha de Folclore (CGF), Rogério Bastos. 

   Em uma visita conjunta dos presidentes da CGF e do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) o Deputado Neri colocou seu gabinete à disposição para a cultura do nosso estado. Firmou um termo de parceria com o MTG para capacitar representantes, de cada Região Tradicionalista, para editais e projetos e entregou o Projeto de Lei que está em tramitação na Assembleia para instituir a Semana do Folclore. "Coloquei meu gabinete à disposição da cultura, então, vamos contribuir como for possível", disse o deputado.

    Termo de Parceria com o MTG para Curso

      O gabinete do Deputado Neri, o Carteiro e o MTG firmaram um Termo de Cooperaçāo para a realizaçāo de uma série de formações, direcionadas as entidades de todas as regiões tradicionalistas, objetivando preparar para a elaboraçāo de projetos e captaçāo de recursos. Os cursos serāo gratuitos e ministrados pelo assessor parlamentar do Deputado Neri, o Carteiro Marco Aurelio Alves que é psicologo, ex presidente do Conselho Estadual de Cultura.

    A oficina oferece certificado de participação aos que obtiverem frequência mínima de 75% nas 14 horas de atividades que oferecerāo noções básicas sobre políticas públicas, formatação de projetos, fontes de financiamento, além de uma atividade prática de elaboração de projetos do interesse de cada participante.

Projeto de Lei Semana do Folclore



terça-feira, 6 de julho de 2021

20º Programa Saberes & Fazeres vai tratar da cultura tradicional açoriana no sul do Brasil

 

Basta clicar na imagem para acessar

A convidada:

    Lélia Pereira da Silva Nunes, natural de Tubarão (SC), Cidadã Honorária de Florianópolis, onde reside desde 1970. Socióloga, escritora, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, aposentada. Presidiu entre 1997 e 2004 a Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes. É doutoranda em Literaturas e Culturas Insulares (Universidades da Madeira). Secretária Geral e titular da Cadeira26 da Academia Catarinense de Letras. Emérita do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina. Vice Presidente do Conselho Municipal de Educação de Florianópolis. Prêmio Côrte Real,2018, Journal LusoPresse,Montreal (Ca); Prêmio Dakir Polidoro de Imprensa, 2018 da Câmara de Vereadores de Florianópolis; Medalha Brasileira Folclorista Emérito, outorga da Comissão Nacional de Folclore,2019; Comenda e a Medalha Cruz e Sousa, Governo de Estado de Santa Catarina,2019.

     Há cinco décadas dedica-se à Cultura Catarinense, em particular à cultura tradicional açoriana no Sul do Brasil e nos Açores.

     Divide-se entre a escrita livre (crônica) e o ensaio. As editoras Letras Lavadas (Ponta Delgada, Açores) e Dois por Quatro (Florianópolis, SC) publicaram recentemente Corpo de Ilhas e Pedra de Toque. Em maio de 2021 lançou a 3ª.ed. Caminhos do Divino, um olhar sobre o Espírito Santo em Santa Catarina, pela Dois Por Quatro. Durante o ano de 2020 foi coautora das seguintes obras coletivas: Viagens. Letras Lavadas, Ponta Delgada, Portugal; Avós: Raízes e Nós. Ed. Alma Letra: Lisboa, 2020; Retratos Pandemia 2020. Publicações Vitelli: Florianópolis.

     É colaboradora nos jornais Diário dos Açores, Portuguese Times (New Bedford) e no LusoPresse (Montreal) e no Notícias do Dia (Florianópolis). Coordena o Blog Comunidades da RTP Açores, desde 2008. Integra o Conselho Consultivo da Bruma Publications, do Portuguese Beyond Borders Institute (PBB), Universidade Estadual da Califórnia.

Serviço:

O que: Programa Saberes & Fazeres | O Folclore em foco | 20ª Edição

Quando: Quarta-feira, 07 de julho às 20h

Onde: Fanpage da Comissão Gaúcha de Folclore

Apresentação: Rogério Bastos

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Nota de Falecimento - José Francisco Teixeira


      É com grande pesar que registramos aqui o falecimento do Conselheiro Benemérito do MTG e ex-coordenador da 18ªRT, José Francisco Teixeira, de Santana da Boa Vista. Escritor, historiador e um apaixonado pelos esportes tradicionalistas -  um grande jogador de solo -  muito contribuiu para o crescimento de sua região e o Movimento Tradicionalista como um todo.

     Em mensagem no facebook, a Direção e Conselho do MTG se solidarizam com os familiares, pedindo a Deus que conforte seus corações. A saudade estará sempre presente, e através dela  e sua memória continuará viva.

sexta-feira, 2 de julho de 2021

Ildo Vagner é o novo presidente da Orcav

 

     Ildo Vagner, conselheiro do MTG e ex-coordenador da 13ª RT, foi empossado nesta sexta-feira (02), como presidente da Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul (ORCAV/RS). Ocupam os cargos de vice-presidente Marco Aurelio Angeli, o Zoreia, e Pedro Renato Silveira. 


   Na oportunidade, o ex-presidente Verceli de Oliveira, de Passo Fundo, entregou a bandeira da Ordem, representando a passagem do cargo que ocupava desde 2019, ao novo comandante. Oliveira agradeceu o trabalho realizado pela equipe que o acompanhou no período da gestão, em especial aos companheiros Deoclécio Wolff, Diego Vercelí de Oliveira, Irajá Luiz Ferraz, Cesar Luís Barbosa, Eduardo Mello, Davi Musskopff, Gabriel Sidnei Figueiredo, Magda Guagliardo e Sandra Abech. Em seu discurso, relembrou e agradeceu a parceria de ex-presidentes como Gustavo Bierhaus, Solon Silva e Airto Timm. Já Ildo Vagner revelou que atendeu ao chamado para compor a nova diretoria por estar sempre com o pé no estribo, recebeu a bandeira e fez o juramento juntamente com seus vices.

     O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG/RS), Manoelito Savaris, agradeceu aos membros da ordem que deixaram seus cargos e cumprimentou a nova equipe. Relembrou, ainda, a criação da Orcav em 1998, no Congresso de Santa Cruz do Sul, que contava com a presença de Luiz Carlos Barbosa Lessa, e as grandes cavalgadas promovidas pela instituição, como a ida a Brasília, em 2001, e o acendimento da Chama Crioula no Uruguai, em 2015. “Vocês são diferenciados, representam o centauro dos pampas, o homem a cavalo; e o gaúcho sem o cavalo não existiria”, disse Savaris.

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Sedac lança Chamada Pública de Coinvestimento com municípios para Auxílio Emergencial a trabalhadores da cultura

 POR ASCOM | SEDAC 

Ato de assinatura do decreto ocorreu em cerimônia conduzida pelo
 governador Eduardo Leite - Foto: Solange Brum - Ascom Sedac

   A Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul (Sedac) lançou nesta quarta-feira (30) a Chamada Pública para a abertura de inscrições, apresentação de propostas e habilitação dos municípios gaúchos interessados em aderir ao regime de coinvestimento para a concessão de auxílio emergencial a profissionais da cultura.

      O valor total disponível é de R$ 10 milhões (dez milhões de reais), provenientes do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), sendo que R$ 6 milhões (seis milhões de reais) são oriundos da captação realizada por meio da Chamada Pública Sedac nº 06/2020, que contou com o aporte das empresas RGE, Natura Cosméticos S/A e Empresas Randon. Considerando o investimento dos municípios e o valor disponibilizado pelo Estado por meio do FAC, poderão ser atendidas até 18 mil pessoas com auxílio emergencial de R$ 800,00 (oitocentos reais).

     O Edital nº 04/2021 será publicado no Diário Oficial do Estado até o final desta quarta-feira (30). As propostas de coinvestimento dos municípios deverão ser cadastradas exclusivamente na página www.procultura.rs.gov.br, das 10h de 1º de julho de 2021 às 23h59min de 15 de agosto de 2021 ou até terminarem os recursos disponíveis.

Lançamento do Edital

      O lançamento ocorreu em cerimônia virtual durante o ato de assinatura do decreto que instituiu o auxílio emergencial para profissionais da Cultura e do Esporte. Participaram o governador Eduardo Leite; a secretária da Cultura, Beatriz Araujo; o secretário do Esporte e Lazer, Danrlei de Deus; secretários de Estado e representantes das empresas que patrocinaram o Edital: o diretor-presidente da RGE Marco Antonio Villela de Abreu; a gerente Global de Cultural Branding da Natura, Fernanda Paiva; a presidente do Instituto Elisabetha Randon e Gerente de Responsabilidade Social Corporativa das Empresas Randon, Maurien Helena Randon Barbosa.

     Estiveram presentes, ainda, o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Airton Ortiz; o presidente do Conselho dos Dirigentes Municipais de Cultura do RS (Codic), Evandro Soares; e demais autoridades.

RS mobilizado pelo auxílio emergencial

      O Edital dessa Chamada Pública é mais uma ação do governo do RS para socorrer os profissionais da cultura. De acordo com a secretária da Cultura, Beatriz Araujo, a ação é uma união de esforços do Estado, municípios e empresas parceiras para auxiliar os trabalhadores do setor que foram fortemente atingidos pela crise econômica causada pela pandemia do coronavírus. “Essa descentralização de recursos busca ampliar ainda mais o alcance do auxílio emergencial. Além disso, essa ação busca fortalecer o Sistema Estadual de Cultura, na medida em que amplia os recursos que serão destinados do FAC para municípios que possuem o Sistema Municipal de Cultura instituído”, afirma a secretária.

      Todo o município que participar vai receber até 100% do valor investido. Caso o município possua Conselho de Cultura instituído, terá o aporte de 200%. E, se tiver Conselho, Plano e Fundo de Cultura, 300% do valor investido.

      “Ao longo desse período de enfrentamento à pandemia, muitas restrições se fizeram necessárias - restrições que o governo não tem nenhuma satisfação em fazer. Tudo o que queremos é uma população saudável e feliz, e cultura e esporte são determinantes para isso. Por sua própria natureza, as atividades de cultura e de esporte acabam gerando mais aglomeração e, por isso, foram duramente afetadas pela pandemia. O governo do Estado se coloca ao lado da população gaúcha e trabalhamos para que possamos o mais rapidamente possível liberar todas as atividades e deixar a população sem medo de circular, conforme avança a vacinação - e o RS está à frente nesse processo”, destaca o governador Eduardo Leite.

      Para as Empresas Randon, a constante prática de valorização dos projetos e ações que impactem a cadeia artística e cultural incentivam a organização a seguir na busca por soluções e relações geradoras de valor, seguras e sustentáveis. “Acreditamos na oportunidade de juntos construirmos o novo. E, diante do cenário de pandemia, assumimos a nossa responsabilidade em apoiar essa iniciativa pública, beneficiando a sociedade e toda classe cultural, na busca por um novo melhor, eficiente e próspero para todos”, afirma Maurien Helena Randon Barbosa, presidente do Instituto Elisabetha Randon.

      Já Marco Antonio Villela de Abreu, diretor-presidente da RGE, ressalta que é motivo de orgulho para a Companhia poder colaborar com o desenvolvimento social e da cultura do Rio Grande do Sul. “Através do Instituto CPFL, temos a oportunidade de contribuir com um dos setores mais impactados pela pandemia, trazendo alento e esperança aos artistas, produtores e demais profissionais que tantas alegrias já nos deram e que merecem todo o nosso carinho e atenção”.

      “Nós acreditamos que a cultura tem um papel fundamental na construção de um mundo mais bonito, cada vez mais plural, inclusivo e sustentável”, explica Fernanda Paiva, gerente Global de Cultural Branding da Natura. “O papel de uma plataforma longeva como Natura Musical é reforçar o seu compromisso com a cultura, continuar fomentando a produção artística e valorizar o impacto positivo que esse mercado produz na nossa sociedade. O futuro que queremos construir é coletivo”, acrescenta.

Habilitação de Projetos

      Os municípios gaúchos interessados em aderir ao regime de coinvestimento junto ao Pró-cultura RS deverão estar regularmente cadastrados junto ao Cadastro Estadual de Produtor Cultural (CEPC). A habilitação dos projetos será realizada em fluxo contínuo, respeitada a ordem de inscrição, até o limite dos recursos disponíveis.

      Os valores de coinvestimento do Pró-cultura RS serão proporcionais aos recursos investidos pelos municípios, que são limitados às populações de cada cidade. Será de responsabilidade dos municípios habilitados o lançamento de instrumento convocatório para credenciamento e repasse de recursos aos beneficiários do auxílio emergencial (pessoa física).

Economia Criativa

      Outra ação importante prevê que todos os trabalhadores da cultura e da área da economia criativa que forem contemplados com o auxílio emergencial participarão de uma aula motivacional sobre empreendedorismo cultural, promovida pelo programa RS Criativo (Sedac). Eles terão ainda a sua disposição uma trilha de conhecimento, que consiste em seis cursos on-line com módulos que tratarão de temas para alavancar as suas atuações na área cultural, como gestão de mídia social e planos de negócios. Os trabalhadores contemplados contarão ainda com uma mentoria on-line para tirar possíveis dúvidas sobre os conteúdos abordados.


terça-feira, 29 de junho de 2021

Datas comemorativas - São Pedro, Padroeiro do Rio Grande

 São Pedro, discípulo, santo chaveiro, primeiro papa, festejado a 29 de junho, juntamente com São Paulo. Como chaveiro do céu recebe as almas, e o anedotário o coloca no primeiro plano para sofrer ou afastar as sabedorias empregadas para uma entrada clandestina no paraíso. É festejado pelos marítimos, por ter sido pescador, com missas votivas, desfile marítimo etc., em vários lugares, entre eles no Rio de Janeiro. Qualquer Pedro pode e deve ser amarrado, no dia do seu onomástico, com uma fita no braço, e será obrigado a dar um presente a quem o amarrou. É muito usado no Nordeste.”


Luiz da Câmara Cascudo

domingo, 27 de junho de 2021

Manoelito Carlos Savaris é eleito presidente do MTG

   

   Depois de cinco anos e meio afastado, o tradicionalismo gaúcho organizado o chamou para esse momento difícil. Mesmo com muitos votos retirados de última hora, deixando muitos tradicionalistas se perguntando o motivo, a chapa “Pelos Laços da Tradição”, liderada por Manoelito Carlos Savaris (25ª RT), foi eleita neste sábado (26/6), com 626 votos, para compor o novo Conselho Diretor do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Foram contabilizados ainda, um voto em branco e quatro votos nulos. No total foram 1270 votos.

     O resultado da eleição foi transmitido ao vivo através das redes sociais do MTG. Este ano, devido à pandemia, o pleito ocorreu presencialmente, nas 30 Regiões Tradicionalistas. Nos processos eleitorais anteriores, a votação era feita durante o Congresso, realizado anualmente em janeiro, em uma cidade gaúcha.

     Após o anúncio da chapa vencedora, uma reunião entre os conselheiros elegeu para presidente do MTG o tradicionalista Manoelito Savaris. Ele comandará a entidade até a próxima eleição, no início de 2022. Natural de Casca (RS), Savaris tem 65 anos, é oficial da Brigada Militar e bacharel em História. É casado com Odila Paese Savaris, pai de três filhos e avô. Foi patrão do CTG Heróis Farroupilhas e do CTG Campo dos Bugres, ambos de Caxias do Sul.

     Coordenou a 25ª RT em 1996 e 1997; foi vice-presidente de Administração do MTG, em 1999 e 2000, ao lado de Jayr Lima; e presidente do MTG nos anos de 2001 a 2003, 2005 e 2006, 2014 e 2015. Ele também foi presidente do já extinto Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), de 2007 a 2010; e presidente da Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha (CBTG), em 2012 e 2013. Manoelito Savaris é autor de vários livros, entre eles “Rio Grande do Sul: História e Identidade” e “Manual de Tradicionalismo Gaúcho”, ambos publicados pelo MTG.

     No vídeo onde foi transmitido o resultado do pleito estavam o presidente interino, Cesar Oliveira, o presidente da Comissão Eleitoral Alessandro Gradaschi e Airton Timm, todos na sede do MTG. E por videoconferência, Manoelito Carlos Savaris e Silvania Affonso (que ficou em 2º lugar com 367 votos). O candidato da Chapa 01, Fabiano Vencato, que ficou em terceiro, não se fez presente. "Parabéns à equipe Pelos Laços da Tradição, coordenada pelo nosso tradicionalista Manoelito Savaris, ao qual desejo muito sucesso para que consiga realmente fazer tudo aquilo que conversamos nos encontros" - disse Silvania. "Lhe dizer que lhe admiro muito pela sua postura e educação (...) isso me marcou muito, pois estamos competindo, mas somos acima de tudo, tradicionalistas. Agradeço a minha equipe e aos 367 delegados que acreditaram em nossa proposta. Quero visitar cada um para agradecer. Meu muito obrigada." - concluiu.

     "Os pleitos sempre nos deram lições, mensagens e indicam caminhos. Os tradicionalistas decidiram qual o caminho e qual o rumo deve ser tomado neste momento, até o próximo evento que mudará a direção do Movimento" - disse Savaris. "Silvania, serás sempre bem vinda no MTG e nas Regiões. Tu serás bem recebida pelos patrões, não tenhas dúvida disso. E se quiseres, eu vou contigo. Aos que nos apoiaram, contem conosco. Aos que não apoiaram, contem também. Todos serão sempre ouvidos e respeitados." - concluiu.

Informações básicas de 
Daiana Silva - Jornalista
Assessoria de Imprensa MTG

sexta-feira, 25 de junho de 2021

MTG elege novo Conselho Diretor neste sábado

     Neste sábado (26/6), o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) vai escolher os novos membros do seu Conselho Diretor. Entre eles, estará o novo presidente, que vai liderar a instituição até o final de 2021.

     A eleição será realizada das 9h às 16h, de forma presencial e descentralizada. Pela primeira vez serão disponibilizadas urnas em cada uma das 30 regiões tradicionalistas. Este ano, conforme o presidente da Comissão Eleitoral Central do MTG, Alessandro Gradaschi, devem participar do pleito cerca de 1600 delegados eleitores.

   Concorrem ao pleito a “Chapa 1 - Juntos Somos Mais MTG”, liderada por Fabiano Vencato, da 12ª Região Tradicionalista; a “Chapa 2 - Pelos Laços da Tradição”, cujo candidato à presidente é Manoelito Savaris, da 25ª RT; e a “Chapa 3 - Um Novo Sentido para o Tradicionalismo”, com Silvania Affonso, da 21ª RT.

     Ao término do horário de votação, às 16h, cada região fará a contagem dos votos e enviará os resultados, por e-mail, à Comissão Eleitoral Central, que estará em Porto Alegre, na sede do MTG, para realizar a apuração final dos votos. Se não ocorrer problemas, a previsão é que o resultado seja divulgado no sábado, entre 18h e 19h, no site e nas redes sociais do MTG.

LOCAIS DE VOTAÇÃO

Clique aqui e confira as cidades e os locais onde serão disponibilizadas urnas para a votação.

ORIENTAÇÕES

Nos locais de votação, os delegados eleitorais deverão:

- Usar máscara

- Levar a própria caneta para votar

- Apresentar documento com foto e o Cartão Tradicionalista

- Estar devidamente pilchados

DENÚNCIAS ELEITORAIS

     O MTG possui um canal de comunicação para os delegados eleitorais que se sentirem coagidos ou intimidados durante o pleito. As denúncias devem ser feitas através do e-mail ouvidoria@mtg.org.br. A Comissão Eleitoral Central analisará as denúncias e tomará as providências cabíveis.

MTG NA INTERNET

Acompanhe as notícias do MTG através dos seguintes canais:
Facebook: facebook.com/mtgriograndedosul
Instagram: instagram.com/mtg_rs
Site Oficial: mtg.org.br

Daiana Silva - Jornalista
(51) 98187-0085