Rogerio Bastos - Noticias do Tradicionalismo Gaucho

"A autenticidade é maior diferença entre os que são e os que querem ser!" Angelo Franco

Nesta quarta feira assisti uma palestra do Manoleito Savaris, fantástica como sempre. Ele, pela segunda vez, ganhou a proposta que levamos para escolha da comissão estadual (ano passdo levei assim se comunicou o gaucho e ganhou Os farroupilhas e suas façanhas. Este ano levei Mitos e lendas do RS e ganhou o titulo à cima). Se analisarmos friamente, está certo o raciocinio dele de manter o tema da revolução. Claro que acho que vez enquando temos de tratar o Gaúcho e n~]ao somente o Riograndense do seculo XIX. Mas o debate é sempre importante, não poderia furtar-me de entrar num debate desses e levar minha opinião.

Mas sobre o tema deste ano, vamos colocar algo aqui pra ajudar nossos internautas:

A proposta de trabalho para o tema de 2010 é representada através de três aspectos:

- Os ideais: explorar as razões que levaram os farroupilhas a se colocarem em posição antagônica ao Império. Questões como os altos impostos sobre a terra e sobre a produção de charque, a idéia de República e de Federalismo, o direito de escolher (eleger) os representantes políticos, o direito ao tratamento homogêneo entre os servidores militares.

- A cidadania: os farroupilhas enquanto cidadãos, com famílias, com propriedades, com direitos civis, com deveres de cidadãos. A questão da falta de escolas e do analfabetismo. A questão do trabalho campeiro. Destacar momentos de lazer e descontração com jogos, bailes, carreiras, e explorar a questão da religiosidade através da presença da Igreja católica nas questões políticas, dos casamentos e batizados.

- a Revolução: a decisão extrema de pegar em amas para fazer valer direitos cidadãos e para alcançar os ideais que os moviam. Mostrar a movimentação das tropas no território, destacar a vida nas três capitais farroupilhas.


Nesse contexto destacamos as figuras mais importantes da Revolução, tais como:
- Bento Gonçalves da Silva
- Antônio de Souza Netto
- José Gomes Vasconcelos Jardim
- Onofre Pires da Silveira Canto
- Joaquim Teixeira Nunes
- David Canabarro
- Antonio Vicente da Fontoura
- Domingos José de Almeida
- Manoel Lucas de Oliveira
- José Mariano de Matos
- Padre Francisco da chagas Martins de Ávila e Sousa
- Padre Hildebrando de Freitas pedroso

Os estrangeiros:
- Giuseppe Maria Garibaldi
- Luigi Rosseti
- Tito Livio Zambecari
- John Grenfell

O objetivo é mostrar tanto os aspectos revolucionários quanto os aspectos de cidadãos e suas famílias fazendo aparecer no cenário às mulheres que, de uma forma geral, são esquecidas pela historiografia.

Podemos trabalhar o desfile temático em 10 invernadas teatralizando:
1.A vida em família;
2.O trabalho: lida do campo e charqueadas;
3.A religiosidade: presença do padre, o casamento e o batizado;
4.As festas: um fandango, a chula, a tava e o truco;
5.Os ideais farroupilhas: assembléia provincial e as lojas maçônicas;
6.Apresentação dos líderes, com suas características;
7.Os estrangeiros engajados na idéia republicana;
8.A revolução: três capitais farroupilhas – Piratini, Caçapava do Sul e Alegrete;
9.A proclamação da república, a bandeira e o hino;
10.Os líderes e seus destinos no pós Revolução

1 comentários:

luana peter birreik disse... 18 de setembro de 2013 02:48  

durante a revoluçao nosso povo se esforçou para vencer com bravura e coragem.

Leia o Eco de Abril

Eco da Tradição - Abril 2014

Tudo o que procuras

Palestras sobre:
História do RS
História do Tradicionalismo
História da Revolução Farroupilha
Gestão de Pessoas
Liderança
História e oficinas de Chimarrão

Trabalhos que desenvolvemos:
Diagramação de Jornais e Livros
Produção de materiais gráficos
Banners, Fundos de Palcos

Recepções, apresentações artísticas
Trajes de época, oficinas

bastosproducoes1@gmail.com
rogeriopbastos@oi.com.br

Bastos Produções

Bastos Produções

Twittchê

Quem sou eu

Minha foto
Jornalista (registro 16.834) Formado em História pela FAPA onde fiz Pós Graduação em História contemporânea, Pós Graduado pela FIJO/PUCRS em Administração no Terceiro Setor e Pós Graduando em Gestão Cultural no SENAC. Diretor da Bastos Produções, profissional das áreas de Marketing e eventos, com mais de 50 palestras anuais pelo RS e fora dele. Formado em comunicação pela FEPLAM, profissional em apresetnação, locução, noticiador, produtor Executivo de Rádio e televisão. Autor do tema dos festejos farroupilhas 2013 - "O RS no imaginário social"

Leia o Eco de Março

Eco da Tradição mes de Março de 2014

Visitas ao meu Galpão virtual

Leia o Eco de Fevereiro

Jornal Eco da Tradição  - Fevereiro 2014

Leia o Eco de Janeiro

Eco da Tradição - Janeiro 2014

Leia o Eco de Dezembro

Eco da Tradição de Dezembro 2013

leia o Eco de Novembro

Eco da Tradição de Novembro

Lei a o Eco de Outubro

Eco da Tradição de Outubro de 2013

Leia o Eco de Setembro

Eco da Tradição de Setembro 2013

Leia o Eco de Agosto

Eco da Tradição - Agosto 2013

Leia o Eco de Julho

Eco da Tradição - Julho 2013

Leia o Eco de Junho

Eco da Tradição - Junho de 2013

Leia o Eco de Maio

Eco da Tradição - Maio 2013

Leia o Eco de Abril

Eco da Tradição de Abril de 2013

Leia o eco de Março

Eco da Tradição - Março de 2013

Leia o Eco de Fevereiro

Eco da Tradição - Fevereiro 2013

Leia o Eco de Janeiro

Eco da Tradição - Janeiro de 2013

Leia o Eco de Dezembro

Eco da Tradição - Dezembro 2012

Leia o Eco de Novembro

Eco da Tradição - Novembro 2012

Leia o Eco de Outubro

ECO DA TRADIÇÃO OUTUBRO 2012

Leia o Eco de setembro

ECO DA TRADIÇÃO SETEMBRO 2012

Leia o Eco do mes de Agosto

ECO DA TRADIÇÃO AGOSTO DE 2012

Leia o Eco do mês de Julho

Eco da Tradição - Julho 2012

Leia o Eco do mês de junho

Eco da Tradição - Junho 2012

leia o Eco de Maio

ECO DA TRADIÇÃO MAIO 2012

Compartilhar

Recomendo a leitura

Recomendo a leitura
Blog da Lili

Macanudo Gaucho

Macanudo Gaucho
A informação campeira perto de você

Proseie com a gente

Buenas parceria. Visitastes a estância?

Podes deixar um comentário ou mesmo uma mensagem que o chasque entrega. Deixe aqui sua opinião:
e-mail: rogeriopbastos@oi.com.br
Twitter: @Rogeriopbastos

Quem nos visita?

Clima e tempo no RS

A visão de Futuro de Barbosa Lessa

“...no entanto, aquela etapa é essencial para a compreensão do que vem ocorrendo com a cultura desde os anos 90 do século XIX. Ou seja: ciclicamente, de trinta em trinta anos, ao ensejo de alguma rebordosa mundial ou nacional, e havendo clima de abertura para as indagações do espírito, termina surgindo algum "ismo" relacionado com a Tradição.
Assim foi com o gauchismo dos anos 90 (1890). Com o regionalismo dos anos 20 (1920). Com o tradicionalismo dos anos 50 (1947...). Com o nativismo de 1970. E sou capaz de jurar que lá pelo ano 2010 surgirá uma espécie de telurismo antinuclear ou cibernético, resultante da inquietação de analistas de sistemas em conluio com artistas plásticos, incluindo cartunistas e comunicadores visuais.
É claro que, de acordo com cada época, modifica-se a dinâmica e o campo de ação. Mas, no fundo, é tudo a mesma coisa: expressão de amor à gleba e respeito ao homem rural".

Blog Archive

Entre um mate e outro

Entre um mate e outro
Enquanto mateamos vamos pensando nas coisas que podemos melhorar

Seguidores

Labels